Eleições

Articulação

#SouRepórterCorreio

TV Correio

Sistema Correio reuniu representantes de pré-candidatos para definir datas de debates e entrevistas (Foto: Rafael Passos)

Sistema Correio dá o pontapé para as eleições 2018

Os representantes dos pré-candidatos aprovaram a iniciativa do Sistema Correio de Comunicação

143
COMPARTILHE

O Sistema Correio de Comunicação deu, nesta quarta-feira (13), o pontapé para aquele que é considerado o maior evento da democracia brasileira, as eleições. Representantes dos cinco pré-candidatos ao Governo do Estado estiveram reunidos com os núcleos jurídico e jornalístico da empresa para definir as datas dos debates e das rodadas de entrevistas a serem realizados no período da campanha.

Para que todos os paraibanos tenham a oportunidade de conhecer os projetos dos candidatos apresentados, Jornal Correio, TV Correio, Rádio Correio e Portal Correio trabalharão integrados fazendo com que todas as propostas sejam levadas até os eleitores de forma precisa e imediata.

Os representantes dos pré-candidatos aprovaram a iniciativa do Sistema Correio de Comunicação e ressaltaram que esse momento propicia a todos a confirmação de que cada um terá seu espaço garantido de forma igualitária e democrática, além de oportunizar ao cidadão que conheça os projetos que cada um tem a apresentar para o Estado.

Antonio Souza, representante do MDB José Maranhão, falou que esse é um dos momentos mais importantes para que o eleitor conheça as propostas dos políticos apresentados como candidatos. “Nós do MDB gostamos muito de participar desses eventos, porque é uma oportunidade de os candidatos levarem aos eleitores, e à população em geral, os seus planos de governo e aquilo que ele fez e pretende fazer pela Paraíba”, enfatizou.

O representante do PDT de Lígia Feliciano destacou que o momento será para apresentar as ideias de todos.  “É importante para a Paraíba expor as ideias dos pré-candidatos, que no momento das entrevistas serão candidatos de fato, para que eles possam mostrar as suas propostas para o avanço do Estado e também é importante para manter uma igualdade entre os candidatos”, acrescentou Bruno Muniz.

Pelo PSB de João Azevêdo, esteve presente na reunião Fábio Maia, que lembrou a tranquilidade que essa oportunidade traz a todos os pré-candidatos que têm a garantia de um debate igualitário. “Acho que é importante porque você vai ter a oportunidade de ter um debate de ideias e a população conhecer tudo aquilo que a gente está propondo. Quando as regras ficam claras e acordadas com todos os atores que fazem parte desse processo a coisa flui com muito mais tranquilidade e a gente pode fazer aquilo que é o papel importante disso que é a grande festa da democracia, as eleições”, argumentou.

O representante do PV de Lucélio Cartaxo foi Marcelo Santana que ressaltou a expectativa para o processo eleitoral deste ano. “É uma reunião importantíssima. A expectativa do PV é a melhor possível em relação a travar o bom diálogo a poder fortalecer a democracia, junto com o Sistema Correio, com as suas ideias e políticas públicas”, afirmou.

Já Tárcio Teixeira, que é pré-candidato pelo Psol, e que também se fez presente no encontro assegurou que o debate será de qualidade. “É iniciativa importante. A gente consegue se preparar com antecedência para esse envolvimento com o processo eleitoral, para fazer um debate político de qualidade e bem organizado para a sociedade paraibana”, disse.

O carimbo de credibilidade do Sistema Correio de Comunicação durante as eleições foi destacado pela diretora geral de jornalismo Sony Lacerda. “O Sistema já tem essa marca da democracia, da gente acompanhar a eleição para saber como os eleitores e candidatos estão se comportando, para que ambos se conheçam e saibam o que é melhor para eles, principalmente o eleitor que é quem vai às urnas e vai decidir o futuro do País e do Estado”, finalizou.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas