Sisu: classificação por nota de corte é alterada após prorrogação

Candidatos podem se inscrever até amanhã, 14

Além da prorrogação das inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), edição 2021.1, a classificação dos inscritos por meio da nota da corte também foi modificada, conforme anunciou o Ministério da Educação (MEC). Até o fechamento do processo seletivo, que vai até amanhã (14), a classificação será novamente gerada e apresentada no mesmo formato adotado em edições passadas, anteriores às duas edições de 2020.

Com isso, a nota do candidato parcialmente classificado em sua primeira opção de curso de graduação, ordem de preferência aderida no ato da inscrição, não será mais computada para efeito do cálculo da nota de corte do curso de sua segunda opção. Segundo o MEC, o primeiro ranqueamento das inscrições nesse formato foi processado pelo sistema a partir de meia noite até à uma hora desta terça-feira (13).

“Assim, os candidatos terão terça-feira e quarta-feira durante todo o dia para fazerem suas opções com base na mesma sistemática que era utilizada nas edições do Sisu ocorridas até o segundo semestre de 2019”, afirmou o Ministério em nota.

As candidaturas são exclusivas aos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 que não zeraram a redação e obtiveram boas médias nas provas objetivas que correspondem às áreas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens e Matemática. Os participantes treineiros do Enem não podem participar dessa seletiva.

Com a prorrogação, os interessados têm até as 23h59 da próxima quarta-feira, 14 de abril, para realizarem a inscrição, no site do programa

Por que o formato de nota de corte Sisu foi alterado?

Segundo o MEC, o formato da apresentação da nota de corte do Sisu foi alterado no primeiro semestre de 2020 “para demonstrar a integralidade das notas de todos os candidatos, independentemente da situação de classificação na primeira opção de curso”. Ainda de acordo com a pasta, a iniciativa não alterou as regras que regem o Sisu.

No entanto, após apelo de estudantes e entidades contrários a nova forma de divulgação das notas, a atual gestão da pasta resolveu retornar ao formato antigo. Nas duas edições do Sisu 2020, a nota foi contada nos dois cálculos ao mesmo tempo (1º e 2º opção de curso), o que fez com que muitos estudantes acreditassem no aumento da nota mínima para classificação.

Palavras Chave

EducaçãoSisu

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.