Moeda: Clima: Marés:
Início Geral

STJD interdita Almeid?o para Copa do Nordeste; Belo e N?utico jogar?o em Goianinha no RN

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) interditou o Estádio Almeidão, em João Pessoa, para realização de jogos oficiais. Com isso, a CBF decidiu marcar o jogo do Botafogo contra o Náutico para esta segunda-feira (27) no estádio Nazarenão, na cidade de Goianinha, no Rio Grande do Norte.

A decisão sobre a interdição do Almeidão foi monocrática, em liminar, do presidente do STJD, Flávio Zveiter. Ela veio depois da confusão entre torcedores do Sport de Recife e a Polícia Militar, dentro e fora do estádio, no último domingo, na primeira rodada da Copa do Nordeste.

O Botafogo enfrentaria o Náutico (também de Recife), no domingo (26), tendo o Estádio Almeidão como palco da partida.

A direção do Botafogo falou sobre o assunto durante entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (24). O time paraibano também foi denunciado pelo Sport por escalar dois jogadores de forma irregular e pode perder até quatro pontos, como punição imposta pelo STJD. A CBF, em documento encaminhado à Federação Paraibana de Futebol, já confirmou a irregularidade nas escalações do volante Pio e do atacante Thiaguinho.

O STJD acatou denuncia do procurador geral da entidade, Paulo Schmitt, após analisar imagens do jogo entre Botafogo e Sport, onde parte da torcida do Sport entrou em confronto com a polícia.

O presidente do Botafogo, Nelson Lira, durante entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (24), criticou duramente a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva que interditou o estádio Almeidão, onde seria realizada no domingo (26) a partida entre o Botafogo da Paraíba e o Naútico de Recife.

Ele disse que a decisão não tem fundamento porque teria sido baseada em imagens e informações não oficiais, que não teriam sido encaminhadas pelo comando da Polícia Militar da Paraíba.

Lira falou ainda que o advogado do clube está no Rio de Janeiro, mas até agora não teve acesso ao processo para poder apresentar defesa.

O técnico criticou a postura da CBF em marcar o jogo entre o Belo e Náutico para o estádio de Alagoinha, no Rio Grande do Norte, já na próxima segunda-feira (27). Na opinião dele, fere o estatuto do torcedor que prevê um tempo mínimo de dez dias para que uma partida cancelada fosse remarcada, uma vez que os ingressos para o Almeidão já estavam à venda.

Ao entrar em contato com a CBF, o presidente descobriu que o processo sobre o assunto ainda é montado, assim como o laudo da PM estava sendo escrito. “Nosso advogado não pode sequer tentar apresentar defesa, porque não tem a que recorrer. Não tem processo montado na CBF”.

O presidente apresentou à imprensa toda a documentação a que o clube teve acesso e apontou as lacunas que foram encontradas. Com face a todos os problemas, espera a resolução assim que o laudo e o processo verdadeiros forem apresentados.

Quanto à questão dos pontos que o time paraibano pode perder por conta da escalação de dois jogadores de forma irregular conforme decisão do STJD, o presidente do Belo disse que está aguardando a chegada do gerente de futebol do time, Jean Carlos, do Ceará, onde o Belo jogou na noite de quinta-feira (23) contra o Guarany, para se reunir e apresentar uma defesa.

Desempenho

O time não começou bem na Copa do Nordeste, empatando a primeira partida contra o Sport Recife e perdendo a segunda, contra o Guarany de Sobral.

A Confederação Brasileira de Futebol confirmou que o Bota escalou dois jogadores irregularmente na partida de estreia da Copa do Nordeste, no Estádio Almeidão e com isso, o Alvinegro da Estrela Vermelha pode perder três pontos.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.