Moeda: Clima: Marés:
Início Esportes

STJD pune Raposa e FPF por erros em borderô da Copa do Brasil

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu o Campinense e a Federação Paraibana de Futebol (FPF) por não concordar com os números narrados no borderô para renda e público da partida entre a Raposa e o Botafogo-RJ, pela primeira fase da Copa do Brasil. A 5ª Comissão Disciplinar do órgão ainda interditou o estádio Amigão para competições da CBF até que se comprove o cumprimento do Estatuto do Torcedor. O Campinense foi multado em R$ 52 mil e a FPF em R$ 13 mil. A decisão cabe recurso e pode chegar ao Pleno do STJD.

A Procuradoria denunciou clube e Federação por infrações na partida contra o Botafogo-RJ realizada em 13 de fevereiro, pela Copa do Brasil. Após o jogo, sem concordar com o borderô divulgado após a partida, o clube carioca assinou o documento com ressalva e emitiu ofício para a CBF e o STJD do Futebol. Na ocasião, o Botafogo-RJ venceu por 2 a 0 e teria direito à 60% da renda da partida.

De acordo com o STJD, imagens da partida mostraram que havia mais torcedores presentes do que o que estava relatado no borderô. Conforme com fotos e vídeos, o estádio estava quase cheio, porém o boletim financeiro informou a venda de apenas 2601 ingressos. O Amigão tem capacidade para mais de 20 mil torcedores.

A Procuradoria expediu ofício ao Campinense e a entidade paraibana solicitando informações sobre o fato narrado pelo Botafogo-RJ. Em resposta, a FPF afirmou que “somente o clube mandante dispõe das informações relativas ao quantitativo dos ingressos vendidos, bem como de torcedores presentes na partida” e que o estádio Amigão não possui catracas eletrônicas, sendo, portanto, um sistema falho. Já o Campinense informou que houve uma invasão de torcedores sem ingressos e, por isso, dava a impressão de haver mais gente no estádio do que o relatado no Borderô.

Julgamento

Relator do processo, o Auditor Maurício Neves puniu o Campinense no artigo 211 do CBJD, e aplicou multa de R$ 52 mil ao clube. Por entender que a FPF descumpriu o CBJD e o RGC, o relator aplicou multa de R$ 13 mil e determinou ainda a interdição do Estádio Amigão até que se comprove o cumprimento dos artigos 21 e 25 do Estatuto do Torcedor.

*Redação do jornal CORREIO com assessoria

Comentários

Pequenos Fretes RJ disse:

Poxa legal, eu não sabia disso.

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.