Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Suplente de vereador é preso acusado de exploração sexual

Duas pessoas foram presas nessa segunda-feira (22), acusadas de exploração sexual em Conde, na Grande João Pessoa. Os presos são uma mulher e um suplente de vereador da cidade. Segundo o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), os dois já são réus.

Eles tiveram a prisão preventiva decretada pelo Juízo da 2ª Vara Mista da cidade de Sapé, pelos crimes de favorecimento da prostituição ou outra forma de exploração sexual, casa de prostituição, rufianismo (prostituição sob exploração) e associação criminosa.

Os dois vão passar por audiência de custódia na manhã desta quarta-feira (24), no fórum da cidade de Conde, conduzida pelo juiz em substituição André Ricardo de Carvalho Costa.

O mandado de prisão foi cumprido nessa segunda-feira (22), mas estava em aberto desde julho de 2018, quando foi determinada a expedição pelo juiz em substituição Renan do Valle Melo Marques. A ordem judicial só foi cumprida nessa segunda porque os réus não foram localizados em Sapé.

“Há indicativos de que os réus detinham documentos pessoais das vítimas e faziam com que contraíssem dívidas visando evitar que deixassem o estabelecimento. Ademais, há relato de que uma das vítimas chegou a ser espancada pelo denunciado [suplente de vereador]”, diz o decreto.

“De fato, além do prostíbulo mantido nesta cidade de Sapé, há informes de que os acusados mantêm outros nas cidades de Conde-PB e Goiana-PE, utilizando-se do mesmo modus operandi (modo de agir). Calha registrar, também, que os acusados foram denunciados na Comarca de Conde pela prática de crimes semelhantes ao presente”, afirma o decreto da prisão.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.