Início Notícias

Suspeito de matar casal é preso e já era condenado por um crime

Um homem suspeito de matar um casal em Queimadas, na região de Campina Grande, em 5 de setembro, foi preso na manhã desta quarta-feira (3). As informações são da TV Correio.

A polícia informou que recebeu o chamado sobre um suspeito armado no bairro de Bodocongó, em Campina, onde ele foi localizado e preso. Segundo a polícia, José Gomes Neto disse que portava a arma usada no crime, um revólver de numeração raspada, que foi apreendido.

Ainda conforme a polícia, o suspeito de matar o casal disse que agiu sozinho, apesar das autoridades investigarem a participação de outras duas pessoas no caso, e tinha o objetivo de matar apenas o homem. Segundo ele, em depoimento, a mulher estava “no local errado, na hora errada”.

O homem preso já havia sido condenado a 12 anos de regime fechado por roubo, mas estava foragido. Segundo a polícia, ele deverá responder por duplo homicídio e porte ilegal de arma de uso restrito.

Agnael Silva Marques e Alisson Ricarte também são suspeitos de terem participação no duplo homicídio. A polícia continua investigando o caso e enfatiza a importância das denúncias ao 197. A identidade é preservada.

O caso

Alexandro Mendes Santos, de 37 anos, e Daliene Garcia da Silva, 39 anos, foram atingidos por disparos efetuados, supostamente, por dois homens que estavam sentados no bar ao lado da casa do casal. Segundo os vizinhos, Daliene estaria grávida de quatro meses.

Os suspeitos teriam chegado num carro de cor preta e pediram uma cerveja enquanto esperavam o casal. Ao chegarem Alexandro e Daliene, não houve discussão e os dois logo foram atingidos pelos disparos. As vítimas morreram no local.

Assista ao vídeo do momento em que o suspeito assume o crime à polícia:

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.