Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Suspeito na morte de policial é preso, dois anos após o crime

Um casal suspeito de matar um escrivão da Polícia Civil foi preso nesta terça-feira (20), no bairro dos Funcionários, na Zona Sul de João Pessoa. Alif Ghemeson Oliveira da Silva, de 24 anos, seria o mandante do crime e a esposa dele, Bruna Raíssa Benedito Roseno, de 23 anos, seria conivente com supostos crimes do marido.

Alif seria autor intelectual da morte do escrivão da Marcos Rosas, em 3 de outubro de 2016. Ele e a esposa possuem mandado de prisão das comarcas das cidades de Arara e Solânea. A polícia apreendeu com o casal uma pistola ‘ponto 40’, municiada, além de diversas munições calibre 12.

De acordo com a polícia, a esposa dele, Bruna Raíssa Benedito Roseno, de 23 anos, possui mandado de prisão por associação ao tráfico. Teriam sido comprovados depósitos em conta, mostrando a associação dela com a atividade criminosa do marido.

O escrivão foi morto com cerca de dez tiros durante uma festa política na cidade de Arara. Outras quatro pessoas ficaram feridas na mesma ação.

Relembre o caso:

Comentários

joão pedro disse:

Quanta informação de qualidade nesse site. Obrigado por compartilhar. Sucesso

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.