|
terça, 19 fevereiro 2019
- Advertisement -
- Advertisement -
Início Tags Atlético de Bilbao

Mais artigos sobre

Atlético de Bilbao

- Advertisement -

Notícias mais lidas

Taxista

Suspeito de matar taxista tem posse de arma e curso de tiro

Gustavo Teixeira Correa, corretor de imóveis, de 42 anos, foi preso por volta das 21h dessa sexta-feira (15), cerca de três horas depois da ocorrência que vitimou o taxista Paulo Damião dos Santos, também de 42 anos, no estacionamento de um supermercado do Bessa, em João Pessoa. Veja vídeo abaixo. O coronel Lívio Delgado, que participou da ocorrência, disse à TV Correio que o suspeito tem posse de arma e curso de tiros. Apesar das buscas da polícia, a arma usada no crime não foi encontrada.

Leia também:

Vale lembrar que a posse de arma não permite que o usuário a transporte, mas que a tenha em algum local, que pode ser em casa, conforme previsto em lei. O porte de armas permite que o usuário saia com ela, mas ele só é autorizado para agentes de segurança pública, integrantes das Forças Armadas, policiais, agentes de inteligência e agentes de segurança privada.

O crime

Imagens de câmeras de segurança mostram quando o taxista chega ao local e tenta estacionar. Enquanto ele faz a manobra, duas pessoas tentavam passar na via em um Renault Clio branco, mas não conseguem justamente por causa do táxi. Um homem no banco do carona desce do Clio irritado. É possível ver nas imagens as pessoas em volta olhando a reação dele. O suspeito vai até a janela do táxi, fala alguma coisa que é percebida por várias pessoas próximas, simplesmente saca a arma da cintura, dá alguns tiros na vítima e segue andando.

Veja a sequência de imagens abaixo:

[gallery size="full" td_select_gallery_slide="slide" ids="133298,133299,133300,133301,133302,133303"] Sem nenhuma chance de defesa, o taxista ficou gravemente ferido e chegou a ser socorrido por alguém em carro particular para o Hospital de Trauma de João Pessoa, mas não resistiu e morreu. De acordo com informações da TV Correio neste sábado (16), o corpo foi liberado pelo Hospital de Trauma para o Instituto Médico Legal (IML). O velório deverá ocorrer na funerária Rosa de Saron, em Jaguaribe, na Capital, e o sepultamento no cemitério do Cristo. O presidente do Sindicato dos Taxistas da Paraíba (Sinditáxi), Adauto Braz, lamentou a morte do profissional por um motivo banal. "Era um trabalhador, um homem de família", disse ele à TV Correio.

A prisão do suspeito

Depois do crime, o suspeito fugiu andando para casa onde mora, a 200 metros do local. Ele ficou trancado por cerca de três horas, com luzes apagadas, e segundo o coronel Lívio Delgado, teria dormido enquanto a polícia fazia o cerco na área. A polícia rodeou a residência, de onde ele saiu algemado após negociações e sob gritos de "assassino", de várias pessoas que acompanhavam a ocorrência. Gustavo foi autuado em flagrante por homicídio doloso, quando há intenção de matar, levado para a Central de Polícia Civil, no Geisel, em João Pessoa. Na tarde deste sábado, o suspeito passou por audiência de custódia, na qual foi determinada que ele responderá preso no 1º Batalhão de Polícia Militar (1ºBPM), na Capital. "A medida foi tomada porque ele tem curso superior", disse a delegada Roberta Neiva. Porém, ao chegar ao 1º BPM, os policiais que faziam a escolta do suspeito foram informados que todas as celas do local estavam ocupadas. Com isso, Gustavo Teixeira Correa foi para o 5º BPM, conforme informou a assessoria da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Velório e sepultamento

Conforme amigos da vítima, o velório do taxista vai ser realizado a partir da noite deste sábado, assim que o corpo for liberado, na Funerária Rosa de Saron, que fica no bairro de Jaguaribe, Zona Oeste da Capital, e o sepultamento ocorrerá às 10h deste domingo (17) no Cemitério do Cristo, também na Zona Oeste.

Assista abaixo à cobertura da TV Correio para o caso:

https://www.youtube.com/watch?v=o_vrHorYXZ4
Chuvas

Chuvas alagam vias, pioram trânsito e Inmet prorroga alerta

João Pessoa amanheceu sob chuva e muitos trovões nesta quarta-feira (13), como já era previsto pelos meteorologistas não só para a Capital, mas para quase todo o estado. A expectativa é de que siga dessa forma pelas próximas horas desta quarta-feira (13). O alerta para riscos, como deslizamentos foi prorrogado, conforme mostra atualização feita nesta manhã pelo Centro Virtual para Avisos de Eventos Meteorológicos Severos para o Sul da América do Sul (Alert-AS), que é vinculado ao Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O novo aviso para acumulado de chuva vale para toda a Paraíba, até a 0h59 desta quinta-feira (14). De acordo com os estudos, as chuvas podem atingir até 50 milímetros por dia. Por conta desse volume, existe risco de alagamentos e deslizamentos.

Orientações

Especialistas orientam que a população evite enfrentar o mau tempo e observe possíveis alterações em encostas. Também é recomendado evitar o uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada. Em caso de emergências, devem ser acionadas a Defesa Civil (telefone 199 para todo o estado) ou o Corpo de Bombeiros (193). Em João Pessoa, a Defesa Civil municipal atende 24 horas no telefone 0800 285 9020.

Trânsito

Houve pontos de alagamento e trânsito lento em algumas localidades de João Pessoa. Imagens divulgadas em grupos no WhatsApp mostram parte dos transtornos causados em áreas próximas à Avenida Epitácio Pessoa. A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) informou que suspendeu a circulação dos trens por causa de alagamento nas linhas. Não há previsão para retorno das atividades. [gallery td_select_gallery_slide="slide" size="full" td_gallery_title_input="Chuvas causam transtornos em João Pessoa" ids="132898,132899,132903,132904"] [playlist type="video" tracklist="false" images="false" ids="132905"] "Devido às fortes chuvas na Região Metropolitana João Pessoa, alguns semáforos da Capital se encontram apagados ou intermitentes. Estamos com as equipes de manutenção semafórica reforçadas, atuando em três pontos da cidade simultaneamente", disse a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP). Ainda conforme a Semob, foi identificado que na região do Bairro dos Estados a tensão da rede elétrica está oscilando em 150 volts, o que impede o funcionamento dos semáforos na região. Na região do Centro e do Bessa temos equipes trabalhando para identificar o problema ocorrido e tomar as devidas providencias. Segundo a Semob-JP, os semáforos da Av. Pres. Epitácio Pessoa x Av. Maranhão e Av. Expedicionários x Av. Julia Freire são equipados com aparelhos que evitam problemas dessa natureza. "A variação inadequada na tensão elétrica durante forte chuva na última semana, no entanto, danificou estes equipamentos, que atualmente estão em manutenção", informou a Superintendência.

Semáforos, às 15h55 em João Pessoa

Centro: - Cardoso Vieira x Gama e Melo; Bessa: - Argemiro de Figueiredo x Ivanice Martins – Equipe no local - Ivanice Martins x Fernando Luiz

Caiaque é usado para se deslocar em ruas de JP

O trânsito está caótico em João Pessoa desde as primeiras horas desta quarta-feira (13), devido às fortes chuvas que atingem o estado. Em vários pontos, são registrados alagamentos e problemas em semáforos. No bairro da Torre, Zona Norte da cidade, moradores usaram um caiaque para se locomover. Veja vídeos: [playlist type="video" ids="132922,132920,132921,132905"]

Pontos de alagamentos às 11h45 em João Pessoa:

- Pedro II x Coremas: Normalizado - Rui Barbosa x Carneiro da Cunha: Normalizado - Principal dos Bancários (Equilíbrio do Ser): Normalizado - Atacadão (Geisel): Normalizado - Central de Polícia (Geisel): Normalizado - Epitácio Pessoa (Lourdinas): Normalizado - Francisco Londres (Terminal Rodoviário): Normalizado - Júlia Freire x Epitácio Pessoa: Normalizado - Avenida Sanhauá - Rio Grande do Sul: Normalizado - Camilo de Holanda x Princesa Isabel: Normalizado - Epitácio Pessoa x Tito Silva: Normalizado - Rui Barbosa x Caetano Filgueiras: Normalizado - Feliciano Dourado, Torre: Normalizado A previsão é de que mais chuvas sejam registradas até a 0h59 desta quinta-feira (14). Por conta desse volume, existe risco de alagamentos e deslizamentos de encostas. A Coordenação da Defesa Civil em João Pessoa disse que somente nas últimas 12 horas choveu 97 milímetros, quase todo o previsto para o mês inteiro.
Ônibus

Saiba como denunciar problemas com ônibus de João Pessoa

Apesar da alta no valor das passagens de ônibus de João Pessoa, o usuário ainda convive com alguns problemas. Em vídeos enviados para o Instagram do repórter da TV Correio Emerson Machado, internautas relatam problemas em veículos que vão desde princípio de incêndio até goteiras no teto. Nesse último caso, por exemplo, pode-se ver pessoas com guardas-chuvas dentro do veículo. Veja a galeria de vídeos mais abaixo. Em outras imagens, percebe-se usuários fora de um veículo e a pessoa que está gravando afirma que o ônibus está quebrado. Já em outra imagem recebida, dá para notar um ônibus que, segundo o internauta, teria passado por um princípio de incêndio. Na foto abaixo, é possível perceber o operador do veículo na porta, com a tampa do motor aberta e um extintor perto da entrada dianteira. [caption id="attachment_132369" align="alignnone" width="591"]Ônibus Ônibus tem princípio de incêndio em João Pessoa (Foto: Reprodução / Instagram)[/caption] Muitas vezes, usuários preferem reclamar em redes sociais sobre o sistema de transporte, mas não usam canais oficiais para formalizar queixas e as denúncias não são registradas.

Veja a galeria de vídeos abaixo:

[playlist type="video" ids="132367,132368,132366,133057"]

Como formalizar reclamação

Quem se sentir lesado, porém, pode procurar a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) para denunciar. O órgão disponibiliza dois canais de comunicação com o usuário, através dos telefones 3218-9330 e 3218-9336 ou pela internet no Fale Conosco (servicos.semobjp.pb.gov.br).
"Semob disponibiliza canais para o usuário, através dos telefones 3218-9330 e 3218-9336 ou pelo servicos.semobjp.pb.gov.br"
De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivos Urbanos de João Pessoa (Sintur-JP), só de 2017 a janeiro de 2019, foram incorporados à frota aproximadamente 120 veículos. O órgão informou ainda que todos os ônibus que apresentam problemas mecânicos são reparados e retornam para a circulação, sendo fiscalizados diariamente.

Vistorias

A Semob afirmou que realiza uma vistoria obrigatória dos veículos de transporte. No caso dos ônibus, essa vistoria é semestral. Segundo a superintendência, os ônibus só estão autorizados a circular caso sejam aprovados. "Além disso, existe fiscalização durante todo o ano. Os agentes do setor vão até os terminais de cada linha e fazem análise de diversas questões, tanto relacionadas ao conforto dos passageiros, quanto de questões mecânicas", disse a Semob-JP.
- Advertisement -