|
Quarta-feira, 16 janeiro 2019
- Advertisement -
- Advertisement -
Início Tags Cidadania

Semana Municipal da Capoeira começa nesta segunda em CG

Campina Grande sedia a partir desta segunda-feira (5) a I Semana Municipal da Capoeira. O evento vai ser realizado pela União dos Capoeiras do Planalto da Borborema...

Idoso é resgatado após mais de 30 anos vivendo nas ruas de JP

A Promotoria da Cidadania e Direitos Fundamentais e do Idoso de João Pessoa realizou, nessa quinta-feira (18), o resgate do idoso Severino Lopes da Silva, que vivia...

Fundação Solidariedade e Sistema Correio se reúnem para potencializar atuação

Colaboradores do Sistema Correio de Comunicação e da Fundação Solidariedade se reuniram na manhã desta quinta-feira (13) para debater estratégias para potencializar a atuação da instituição, braço...

Saúde da população LGBT é tema de evento em João Pessoa

A saúde da população LGBT será tema do evento 'Você no Centro', que acontece nesta segunda-feira (11), em João Pessoa, a partir das 9h, no Parque da...

Campina Grande recebe bate-papo com ativistas transexuais

Um bate-papo com ativistas transexuais acontece nesta quinta-feira (31), em Campina Grande. A atividade tem a participação da doutora Viviane Vergueiro, primeira professora trans da Universidade Federal da Bahia (UFBA). O...

Evento em JP discute saúde, masculinidade e machismo

Uma roda de conversa sobre masculinidades e saúde dos homens trans, gays e bissexuais acontece nesta segunda-feira (28), às 9h, no Parque da Lagoa, no Centro de...

WhatsApp para denúncias sobre focos da dengue muda em CG

O número telefônico do serviço Denguezapp, da Secretaria de Saúde de Campina Grande foi alterado. O novo número é 99884-9535. O Denguezapp é utilizado para que a...

Evento leva saúde, ginástica e forró nesta sexta, em JP

Em alusão as comemorações do centenário da 23º Circunscrição do Serviço Militar, o Sesc e Senac, em parceria com o Exército, promovem um dia inteiro de atividades...

CG e JP têm ações e serviços voltados para pacientes com autismo

As cidades de Campina Grande e João Pessoa têm programação e serviços voltados para pacientes com autismo. Nesta segunda-feira (2) é lembrado o Dia Mundial de Conscientização do...
Mais artigos sobre

Cidadania

- Advertisement -

Notícias mais lidas

Suspeitovideo

Ator teria sido morto por causa de celular; polícia divulga vídeo

Um homem de 29 anos foi preso no fim da tarde desta quarta-feira (9) suspeito de matar o ator e professor de teatro Simão Almeida da Cunha, de 28 anos, na madrugada de domingo (6), no Centro de João Pessoa. As informações são da Polícia Militar à TV Correio. Imagens do crime foram divulgadas no início da noite. Confira no vídeo abaixo: https://www.youtube.com/watch?v=QgV_g6a8gkw Conforme a PM, o suspeito foi identificado por meio de imagens de câmeras de segurança instaladas na região do crime e teria dito em depoimento que matou o ator porque ele se negou a dar o celular em um assalto. Ele já havia sido preso nessa semana por causa desse assassinato, mas foi liberado porque a Polícia Civil não tinha provas suficientes. O suspeito foi levado para a Central de Polícia no Geisel, na Zona Sul de João Pessoa. Segundo a PM, ele seria usuário de drogas e já teria sido preso por outros crimes. [caption id="attachment_129250" align="alignnone" width="720"] Suspeito do crime foi detido (Foto: Divulgação/PM)[/caption]

O caso

O ator e professor de teatro Simão Almeida Cunha foi assassinado a facadas na madrugada de domingo (6), ao sair de um bar no Centro Histórico de João Pessoa. Natural de Campina Grande, ele estava de férias na Capital. A polícia deu início às investigações e trabalhava com a hipótese de latrocínio, que é o roubo seguido de morte. *Matéria atualizada às 21h15 para inclusão de vídeo e foto.
Gasolinavideo

Preço da gasolina pode ser achado abaixo dos R$ 4 na PB

O preço da gasolina já pode ser encontrado abaixo dos R$ 4 na cidade de Patos, no Sertão do Estado. A informação é da TV Correio. De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (Sindpetro), Omar Hadad, a justificativa é devido ao mercado. https://www.youtube.com/watch?v=WfK3VyrG0NI Ele explicou que não tem como prever se o valor irá continuar em queda ou se irá ser praticado em outras localidades. Segundo Omar, o mercado é quem dita o preço do combustível e que pode ser alterado a qualquer momento. Internautas afirmaram também que em outros municípios, como Campina Grande, o valor também está abaixo da casa dos R$ 4, mas Omar não confirmou.

Petrobras reduz preço nas refinarias

A Petrobras anunciou, nessa terça-feira (8), uma redução de 1,38% no preço da gasolina vendida em suas refinarias. O litro do combustível passará a ser comercializado a R$ 1,4337 a partir desta quarta-feira (9), dois centavos a menos do que o preço praticado atualmente (R$ 1,4537).
Aposentadoriavideo

Entenda como funciona o novo cálculo da aposentadoria

O cálculo da aposentadoria por tempo de contribuição mudou, quando a regra implementada por lei em 2015 foi sancionada no último dia de 2018. A regra exige um ano a mais para homens e mulheres se aposentarem. A atual fórmula, conhecida como 85/95, vai aumentar um ponto e se tornar 86/96. Entenda como vai funcionar no vídeo acima.
Catolé do Rocha, IFPB, Suspeitovideo

Suspeito de matar cadela a facadas se apresenta e alega esquizofrenia

Se apresentou à Polícia Civil o homem suspeito de assassinar uma cadela de estimação a facadas, em crime que aconteceu no domingo (6), no município de Catolé do Rocha, Sertão paraibano, a 414 quilômetros de João Pessoa. O homem alegou sofrer de esquizofrenia. Leia também: Motociclista morre após acidente em trecho da BR-230 O suspeito, que alegou sofrer de esquizofrenia, justificou o ataque ao animal porque a cadela o teria mordido no rosto. “O advogado alegou que o suspeito sofre de esquizofrenia e que esfaqueou a cadela após ter sido mordido no rosto. Mesmo ele alegando a esquizofrenia, esperamos terminar o procedimento policial e vamos encaminhá-lo até o fórum, onde o magistrado ou magistrada a vai resolver a questão da punição”, disse o delegado Sylvio Rabello.
- Advertisement -