|
terça, 05 março 2019
- Advertisement -
- Advertisement -
Início Tags Consulta

Como você avalia a guarda pessoal para ex-governador?

A criação de uma guarda pessoal para ex-governadores paraibanos pelo Governo do Estado gerou polêmica em toda a Paraíba e ganhou repercussão nacional também. A pergunta que...

Receita libera consulta a lote residual do Imposto de Renda

A consulta ao lote multiexercício de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física estará disponível a partir das 9h desta quinta-feira (8). Nesse lote, estão incluídas restituições...

Receita abre consulta ao lote residual de restituição do IR

A Receita Federal irá restituir este mês mais de R$ 210 milhões para 102.361 contribuintes referentes ao Imposto de Renda de 2008 a 2017. Segundo o órgão,...

Contribuinte paraibano já pode consultar o valor do IPVA 2018

Os proprietários de veículos no Estado da Paraíba já podem consultar o valor do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) do exercício 2018. A Secretaria...

Receita abre consulta ao último lote de restituição em 2017

Cerca de 1,9 milhão de contribuintes que declararam Imposto de Renda neste ano vão receber dinheiro do Fisco. A Receita Federal abre nesta sexta-feira (8) consulta ao...

Receita abre consulta ao sexto lote de restituição do Imposto de Renda

A consulta ao sexto lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2017 fica aberta a partir desta quarta-feira (8). O lote contempla 2.358.433...
Mais artigos sobre

Consulta

- Advertisement -

Notícias mais lidas

Vídeo

Vídeo mostra assalto em que motorista foi baleado em JP

Um vídeo mostra o momento do assalto em que um motorista de aplicativo foi baleado, nessa sexta-feira (1º), no Bairro dos Estados, em João Pessoa. Veja abaixo: Nas imagens feitas por um celular, uma mulher em um carro se aproxima do veículo abordado pelos bandidos, mas muda a rota e desvia para outra rua assim que percebe o crime. "Assalto, assalto!", fala a pessoa que gravou o vídeo. No vídeo, é possível perceber bandidos em uma moto abordando o carro e ouve-se um disparo, o que deixou o motorista ferido. [video width="480" height="600" mp4="https://portalcorreio.com.br/wp-content/uploads/2019/03/video-assalto-estados.mp4"][/video] Segundo a polícia, os bandidos conseguiram roubar R$ 2,5 mil que estava com a passageira do carro. O motorista ferido foi socorrido para o Hospital de Trauma de João Pessoa, onde foi atendido e internado em estado regular. Até a manhã deste sábado (2), nenhum suspeito do assalto havia sido preso.
operacao-da-pf-prende-suspeitos-de-fraudar-previdencia-social

Enquete: 57% não conhecem mudanças da Reforma da Previdência

O presidente Jair Bolsonaro entregou na última semana a proposta de reforma da Previdência na Câmara dos Deputados. O texto provocou diferentes opiniões. Mas será que a população está sabendo de fato quais serão as mudanças? Pensando nisso, o Portal Correio decidiu fazer uma enquete e perguntar se o conteúdo da proposta é conhecido pelas pessoas. A maioria (57% dos votos) afirmou não saber. O número corresponde a 328 dos 576 votos. Já 248 internautas (43%), afirmaram ter conhecimento sobre o conteúdo da reforma. O texto elaborado pelo governo propõe idade mínima para aposentadoria para homens (65 anos) e mulheres (62 anos), além de um período de transição. Inicialmente, a proposta será submetida à análise na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, e depois será discutida e votada em uma comissão especial da Casa, antes de seguir para o plenário. No plenário, a aprovação do texto depende de dois dois turnos de votação com, no mínimo, três quintos dos deputados (308 votos) de votos favoráveis.Em seguida, a proposta vai para o Senado cuja tramitação também envolve discussão e votações em comissões para depois, ir a plenário.

Veja o que propõe a reforma da Previdência:

Idade mínima

O texto propõe idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens, com contribuição mínima de 20 anos.  Atualmente, aposentadoria por idade é 60 anos para mulheres e 65 anos para os homens, com contribuição mínima de 15 anos. A idade mínima para a aposentadoria poderá subir em 2024 e depois disso, a cada quatro anos, de acordo com a expectativa de vida dos brasileiros. Nessa proposta, não haverá mais aposentadoria por tempo de contribuição.

Contribuição

Os trabalhadores da iniciativa pública e privada passarão a pagar alíquotas progressivas para contribuir com a Previdência. E quem ganha mais, contribuirá mais. As alíquotas deixarão de incidir sobre o salário inteiro e incidirão sobre faixas de renda, num modelo semelhante ao adotado na cobrança do Imposto de Renda. No fim das contas, cada trabalhador, tanto do setor público como do privado, pagará uma alíquota efetiva única. Pela nova proposta, quem ganha um salário mínimo (R$ 998) contribuirá com 7,5% para a Previdência. Acima disso, contribui com 7,5% sobre R$ 998, com 9% sobre o que estiver entre R$ 998,01 e R$ 2 mil, com 12% sobre a renda entre R$ 2.000,01 a R$ 3 mil e com 14% sobre a renda entre R$ 3.000,01 e R$ 5.839,45 (teto do INSS). Dessa forma, um trabalhador que receber o teto do INSS contribuirá com alíquota efetiva (final) de 11,68%. De acordo com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, as alíquotas efetivas ficarão em 7,5% para quem recebe o salário mínimo, de 7,5% a 8,25% para quem ganha de R$ 998,01 a R$ 2 mil, de 8,25% a 9,5% para quem ganha de R$ 2.000,01 a R$ 3 mil e de 9,5% a 11,68% para quem recebe de R$ 3.000,01 a R$ 5.839,45 (teto do INSS). No setor público será aplicada lógica semelhante. Pelas novas regras, o sistema de alíquotas progressivas será aplicado, resultando numa alíquota efetiva (final) que variará de 7,5% para o servidor que recebe salário mínimo a 16,79% para quem recebe mais de R$ 39 mil.

Regras de transição

O tempo de transição do atual sistema de Previdência para o novo será de 12 anos. A regra de transição para a aposentadoria prevê três opções: 1) A soma do tempo de contribuição com a idade passa a ser a regra de acesso. O tempo de contribuição é 35 anos para homens e 30 para mulheres. Em 2019, essa soma terá que ser 96 pontos para homens e 86 anos para mulheres. A cada ano, será necessário mais um ponto nessa soma, chegando a 105 pontos para homens e 95 para mulheres, em 2028. A partir deste ano, a soma de pontos para os homens é mantida em 105. No caso das mulheres, a soma sobe um ponto até atingir o máximo, que é 100, em 2033. 2) A outra opção é a aposentadoria por tempo de contribuição (35 anos para homens e 30 anos para mulheres), desde que tenham a idade mínima de 61 anos (homens) e 56 anos (mulheres), em 2019. A idade mínima vai subindo seis meses a cada ano. Assim, em 2031 a idade mínima será 65 anos para homens e 62 para mulheres. Os professores terão redução de cinco anos na idade. 3) Quem está a dois anos de cumprir o tempo de contribuição para a aposentadoria – 30 anos, no caso das mulheres, e 35 anos, no de homens – poderá optar pela aposentadoria sem idade mínima, aplicando o fator previdenciário, após cumprir o pedágio de 50% sobre o tempo restante. Por exemplo, uma mulher com 29 anos de contribuição poderá se aposentar pelo fator previdenciário se contribuir mais um ano e meio.

Aposentadoria rural

Também houve mudança na aposentadoria rural: 60 anos tanto para homens quanto para mulheres, com contribuição de 20 anos. A regra atual é 55 anos para mulheres e 60 anos para os homens, com tempo mínimo de atividade rural de 15 anos. No caso da contribuição sobre a comercialização, a alíquota permanece em 1,7% e é necessária a contribuição mínima de R$ 600 por ano para o pequeno produtor e sua família. Para se aposentar, nessa categoria, serão necessários 20 anos de contribuição.

Aposentadoria por incapacidade

Rebatizada de aposentadoria por incapacidade permanente, a aposentadoria por invalidez obedecerá a novos cálculos. Pelo texto, somente receberão 100% da média dos salários de contribuição os beneficiários cuja incapacidade estiver relacionada ao exercício profissional. A proposta prevê o pagamento de 100% do benefício somente para os casos de acidente de trabalho, doenças relacionadas à atividade profissional ou doenças comprovadamente adquiridas no emprego, mesmo sem estarem relacionadas à atividade. Caso a invalidez não tenha relação com o trabalho, o beneficiário receberá somente 60% do valor. Hoje, todos os aposentados por invalidez recebem 100% da média de contribuições.

Aposentadoria para parlamentar

Os futuros parlamentares – em nível federal, estadual e municipal – passarão para o INSS caso a reforma da Previdência seja aprovada. Haverá uma regra de transição para os parlamentares atuais. Pela proposta, os futuros parlamentares poderão se aposentar com idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres, com teto de R$ 5.839,45. Os parlamentares atuais passarão por uma regra de transição, sujeitos a pagar um pedágio (trabalhar mais) de 30% do tempo que falta para atingir os 35 anos de contribuição. Atualmente, os deputados federais e senadores aposentam-se com 60 anos de idade mínima (homens e mulheres) e 35 anos de contribuição. Eles recebem 1/35 do salário para cada ano como parlamentar, sem limitação de teto.

Pensões

O cálculo das pensões por morte será relacionado ao número de dependentes, sistema que vigorou até a década de 1980. Inicialmente, o beneficiário com até um dependente receberá 60% da média de contribuições. O valor sobe em 10 pontos percentuais a cada dependente, atingindo 100% para quem tiver cinco ou mais dependentes. Atualmente, o pagamento de pensões obedece a cálculos diferentes para trabalhadores do INSS (iniciativa privada) e servidores públicos.

Benefício de Prestação Continuada (BPC)

Pela proposta, a partir dos 60 anos, os idosos receberão R$ 400 de BPC. A partir de 70 anos, o valor sobe para um salário mínimo. Atualmente, o BPC é pago para pessoas com deficiência, sem limite de idade, e idosos, a partir de 65 anos, no valor de um salário mínimo. O benefício é concedido a quem é considerado em condição de miserabilidade, com renda mensal per capita inferior a um quarto do salário mínimo.

Policiais e agentes penitenciários

Os policiais civis, federais, agentes penitenciários e socioeducativos se aposentarão aos 55 anos. A idade valerá tanto para homens como para mulheres. Os tempos de contribuição serão diferenciados para homens e mulheres. Os agentes e policiais masculinos precisarão ter 30 anos de contribuição, contra 25 anos para as mulheres. A proposta também prevê tempo mínimo de serviço de 20 anos para policiais homens e agentes homens e 15 anos para policiais e agentes mulheres. Progressivamente, o tempo de exercício progredirá para 25 anos para homens e 20 anos para mulheres nos dois cargos (agente e policiais). As duas categorias não estão submetidas a aposentadorias especiais. A proposta não contempla os policiais militares e bombeiros.

Militares

O governo quer aumentar o tempo de contribuição dos militares de 30 para 35 anos. O projeto de lei específico para o regime das Forças Armadas será enviado aos parlamentares em até 30 dias. A proposta também englobará a Previdência de policiais militares e de bombeiros, atualmente submetidos a regras especiais dos estados. O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, informou que o governo pretende aumentar a alíquota única dos militares de 7,5% para 10,5%.

Regime de capitalização

Os trabalhadores que ingressarem no mercado de trabalho após a aprovação da reforma da Previdência poderão aderir a um regime de capitalização. O trabalhador poderá escolher livremente a entidade de previdência, pública ou privada, e a modalidade de gestão de reservas, com possibilidade de portabilidade.

Saiba mais

https://youtu.be/nkC_-x5vbB4
Cafuçu

Dia de brilhantina e Mistral: ‘Cafuçu’ vai às ruas de JP

O dia de tirar a brilhantina e o Mistral do armário chegou! Nesta sexta-feira (1º), o bloco mais irreverente do pré-carnaval de João Pessoa vai para a avenida: o Cafuçu. A concentração acontece nas praças do Bispo, Rio Branco e no Ponto de Cem Réis, a partir das 19h. As atrações são Orquestras de frevo Mestre Quimba, Frevo Mania, Gambiarra, Unidos do Frevo, Paraíso Tropical, Paraíba de Ritmos, Campinense, DJ Ian Valentim, DJ Brasinha, Dj Tony Leon.

História

O bloco foi fundado em 1989, quando foi às ruas pela primeira vez, desfilando durante o Muriçocas do Miramar. Até 1997, o bloco saía na orla do Cabo Branco, mudando-se a partir desta data para o Centro Histórico, concentrando-se primeiramente na Rua Duque de Caxias. Depois passou a ocupar a Praça Dom Adauto (Praça do Bispo) e, em seguida o Ponto de Cem Réis e Praça Rio Branco, desfilando até a Praça Antenor Navarro. Além do frevo, o brega é um ritmo marcante no bloco. Outra música que promete embalar os foliões é o hino oficial do Cafuçu. Confira abaixo para estar com a letra na ponta da língua e cantar junto com a multidão:

“Cabelo com brilhantina Duas lapadas de pinga Pente no bolso No corpo muita ginga Medalhão no pescoço Cheirando a Mistral

Lá vai o cafuçu brincar o carnaval (bis)

Quem passa em Tambaú Sabe o que é alegria O cafuçu é uma eterna folia

Eu sou a cara da massa E quando a gente passa A moçada toda vai gritando assim

Olha o cafuçu ô ô ô Olha o cafuçu Também sou Olha o cafuçu ô ô ô Também vou E é por isso que é com ele que eu vou, ê ô (bis)”

https://www.youtube.com/watch?v=k6ZPRLZhlGw&list=RDk6ZPRLZhlGw&start_radio=1
carnavalvideo

Make de Carnaval com glitter e adesivos é ‘trend’ para folia; veja

Quem pensa que para uma produção de Carnaval basta apenas ter purpurina pelo corpo todo, está enganado! A época da folia também é o momento perfeito para ousar nas maquiagens criativas. O make up da TV CorreioDiego Paiva, aplicou algumas ideias, com muito glitter, em uma make carnavalesca. Veja o tutorial acima. Leia também: Glitter biodegradável de gelatina garante ‘brilho sem culpa’ Com a pele limpa e hidratada, o maquiador usou base em bastão, que dá melhor cobertura e durabilidade. A dica que ele dá é começar a make pelo olho, já que o 'olhar canavalesco' pede muito glitter, que pode atrapalhar a produção caso seja colocado por último.

Ítens utilizados:

  • Sérum
  • Base
  • Corretivo
  • Pó normal e translúcido
  • Paleta de contorno
  • Iluminador
  • Purpurina/pedrinha de brilho em adesivo (formato estrela ou qual preferir)
  • Cola de cílios
  • Rímel
  • Batom rosa pink (ou da cor que preferir)
  • Sombra laranja (ou da cor que preferir)
  • Lápis de boca roxo (serve como delineador inferior)
- Advertisement -