|
sábado, 22 setembro 2018
- Advertisement -
- Advertisement -
Início Tags Mangabeira

Sargento dos Bombeiros é assassinado dentro de batalhão

Um sargento do Corpo de Bombeiros, de 52 anos, foi morto com um tiro no rosto, no fim da manhã desta quinta-feira (30), dentro do batalhão em...

Três bairros de JP ficam sem água nesta quinta-feira

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) executa nesta quinta-feira (16) uma manutenção preventiva em conexões e equipamentos da estação elevatória de água tratada da...

Grávida é assassinada com tiro na cabeça em João Pessoa

Uma jovem de 19 anos foi assassinada com um tiro na cabeça, na tarde desse domingo (5), em Mangabeira, Zona Sul de João Pessoa. Conforme apuração da...

Dupla é presa suspeita de furtar carros usando bloqueador de alarme

Dois homens de 21 e 26 anos foram presos, na tarde desta segunda-feira (16), suspeitos de furtar carros usando bloqueador de alarme conhecido como 'chapolim'. Eles foram...

Incêndio destrói depósito da Secretaria de Educação da PB

Um incêndio de grandes proporções destruiu um depósito da Secretaria de Educação do Estado, no bairro de Mangabeira, Zona Sul de João Pessoa. De acordo com moradores...

Duas pessoas são baleadas e uma delas morre em JP

Duas pessoas foram baleadas e uma delas morreu, na tarde desta quinta-feira (12), no bairro de Mangabeira, na Zona Sul de João Pessoa. A Polícia Militar foi ao...

Bandas Marciais se apresentam no Centro Cultural de Mangabeira

A Banda Marcial da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de João Pessoa (Sedec), o Quinteto São Francisco e a Banda Marcial Augusto dos Anjos são as...

Advogado sofre sequestro e ainda é assaltado em JP

Um advogado foi vítima de sequestro relâmpago e teve vários bens roubados, na noite dessa terça-feira (10), em João Pessoa. Ele foi abordado por três criminosos armados...
Mais artigos sobre

Mangabeira

- Advertisement -

Notícias mais lidas

video

Homem funda asilo que abriga idosos carentes na Capital

Na série 'Gente que muda o mundo', o Portal Correio leva os leitores a conhecer histórias de pessoas que transformam a realidade dos mais necessitados, através da doação e do amor. Ao longo desta série, você conhecerá três personagens que dedicam seu tempo e esforço para ajudar quem realmente precisa. Muitos são os motivos que levam alguém a ajudar seu semelhante. No caso de Laélcio Sousa, após uma experiência de fé, ele decidiu fundar um asilo para abrigar idosos e pessoas carentes, em parceria com o Centro Espírita Nosso Lar. Veja o vídeo acima. Segundo Laélcio, o trabalho não foi fácil. Tudo começou com uma casa de taipa e quatro idosos carentes, mas hoje, conta com três pavimentos que abrigam mais de 100 pessoas que precisam de cuidado, mas acima de tudo, de amor.
video

Bandidos agem à luz do dia e atacam pessoas no Centro de Campina Grande

Um homem suspeito de promover assaltos nas proximidades da Praça Clementino Procópio, no Centro de Campina Grande, foi preso na tarde desta terça-feira (18) pela população que o flagrou assaltando uma mulher de 57 anos. Veja o vídeo acima. Outros bandidos são vistos nas imagens atacando pedestres na área que é de grande movimento. Conforme o repórter Hiran Barbosa, da Correio 98 FM Campina Grande, o suspeito estava nas proximidades da praça quando abordou uma mulher e a derrubou no chão para tentar roubar o celular dela. Segundo apuração do repórter, a população percebeu a ação do suspeito e correu atrás dele, que foi perseguido e alcançado, sendo detido. Logo depois, guardas municipais o detiveram e o levaram para uma delegacia.

Mais casos

As imagens foram compartilhadas nas redes sociais. Nelas, é possível perceber que os criminosos agiam em área de grande movimento, com trâsito intenso e sem nenhuma inibição. Em um dos casos, uma vítima é agarrada pelo pescoço. Em outra situação, uma pessoa quase entra em luta corporal com um dos assaltantes. Até o fechamento desta matéria, apenas um suspeito de estar entre os criminosos foi preso.
video

Jovem pessoense participa de pastoral para ajudar presidiários

Na série 'Gente que muda o mundo', o Portal Correio leva os leitores a conhecer histórias de pessoas que transformam a realidade dos mais necessitados, através da doação e do amor. Ao longo desta série, você conhecerá três personagens que dedicam seu tempo e esforço para ajudar quem realmente precisa. O advogado Raphael Garcia, de 28 anos, decidiu usar sua profissão para ajudar pessoas que muitas vezes são desprezadas por toda a sociedade: os presidiários. Participando da Pastoral Carcerária da Arquidiocese da Paraíba, Raphael presta assistência jurídica à presos que têm direitos na Justiça. Veja o vídeo acima.
UFPBvideo

UFPB: portões abertos, tráfego livre e reclamações

Os últimos casos de assaltos e arrastões dentro do campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, têm assustados estudantes e professores da instituição. Ao Portal Correio, Bruno Luiz, estudante do curso de Engenharia Elétrica, e o professor Iure Paiva, do Departamento de Relações Internacionais, relatam no vídeo acima as impressões sobre a segurança na UFPB. Assisa acima. No local, o clima de medo é presente, principalmente pela falta de iluminação noturna e de fiscalização nas entradas da Universidade, onde pessoas entram sem identificação e veículos passam pelas guaritas sem serem verificados pelos seguranças. Por conta disso, a reitora da UFPB, Margareth Diniz, afirmou, em entrevista a Rede Correio SAT, que pretende tomar outras medidas para garantir a segurança de estudantes e funcionários da instituição. Entre essas medidas está o armamento de fogo para seguranças e fechamento das entradas, liberando apenas pessoas com identificação. “Estamos criando uma superintendência de segurança da universidade desmembrando da atual prefeitura universitária com estes encaminhamentos: vigilância-portaria, política de segurança para a Universidade como um todo, vigilância eletrônica, operacionalização do contrato dos terceirizados que hoje nós temos vigilância armada. O pessoal diz que a universidade é para ser 100% aberta e o vigilante não é para ser armado. Não pode ser assim, na Universidade o vigilante vai ser armado sim, a porta vai ser fechada sim e o controle vai ter que ser efetivo porque a bandidagem, a roubalheira e a violência que acontecem na cidade está refletindo dentro da Universidade”, contou Margareth. Entre as medidas já adotadas pela instituição, a UFPB adotou um número de WhatsApp para acelerar a comunicação entre estudantes e servidores e a segurança do campus.

Outros casos na UFPB

Outros crimes e ameaças têm sido registrados recentemente no campus da UFPB em João Pessoa. Em 18 de julho, foi noticiado um arrastão no local; também na instituição, estudantes foram presos com drogas; depredação de carro e casos de assédio também já foram registrados no campus neste ano. Sobre os casos, a UFPB minimizou os casos e os classificou como “pontuais”.
- Advertisement -