|
Quarta-feira, 13 fevereiro 2019
- Advertisement -
- Advertisement -
Início Tags Membro da ABL

Mais artigos sobre

Membro da ABL

- Advertisement -

Notícias mais lidas

Concurso

PMJP convoca 70 aprovados no concurso da Sedurb; veja nomes

O prefeito Luciano Cartaxo (PV) homologou, nesta quinta-feira (7), o concurso público da Secretaria de Desenvolvimento Urbano de João Pessoa (Sedurb) para o cargo de agente de controle urbano, realizado no ano passado. Veja vídeo abaixo. Confira a lista com os candidatos aprovados no concurso, clicando aqui. De acordo com o prefeito, além da homologação, todos os 70 aprovados no certame serão convocados pela prefeitura. A previsão é que os candidatos aprovados iniciem na função no dia 1º de maio.

Concurso reuniu quase 4,3 mil inscritos

O concurso da Sedurb contou com 4.281 candidatos inscritos, que concorreram a 70 vagas para o cargo de agente de controle urbano. Desse total de vagas, quatro são reservadas para deficientes e o salário inicial é de R$ 1.238,37. [playlist type="video" ids="132335"]
Ludgério

Ludgério explica porque se recusa a assinar CPI da Cruz Vermelha

O deputado estadual Manoel Ludgério (PSD) explicou, nesta terça-feira (12), porque se está se recusando a assinar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias contra a Cruz Vermelha na Paraíba. O parlamentar garante que não é necessária essa apuração por parte da Assembleia Legislativa da Paraíba, já que outros órgãos competentes para isso estão conduzindo as investigações, a exemplo do Ministério Público e da Polícia Federal, além do Tribunal de Justiça que deve julgar o caso. Leia também: Oposição vai se reunir para definir rumos da CPI da Cruz Vermelha "Já tivemos isso na Assembleia. Não aderi a João Azevêdo, apenas não vou assinar (a CPI) porque esse processo já está em curso. No Ministério Público do Rio de Janeiro esse processo já esta adiantado, no da Ministério Público da Paraíba também já está em estágio avançado, o Tribunal de Justiça já está também, Ministério Público Federal e Polícia Federal, então se nenhum órgão desse tivesse tomado a inciativa de investigar aí sim caberia a Assembleia fazer a apuração, uma apuração paralela não sei em quê vai resultar", disse.

Participação na investigação

A sugestão de Manoel Ludgério é que o Ministério Público abra espaço para a presença de um parlamentar participar das investigações. "Eu proponho que o presidente Adriano Galdino peça à coordenação dessa investigação, ao Gaeco, que permita a participação de alguns parlamentares, de forma suprapartidária, que possam acompanhar as investigações.

Deputado nega ingresso na bancada de situação

https://www.youtube.com/watch?v=4-q6RZg0xd4
Feridasvideo

Mãe e criança se ferem em batida entre carro e caminhão

Uma mulher e a filha dela, de nove anos de idade, ficaram feridas após o carro no qual trafegavam, um Ford Ka, ser atingido por um caminhão não identificado em um trecho da BR-230 que corta a cidade de Santa Rita, na Grande João Pessoa, no início da noite desta segunda-feira (11). Leia também: Mulher morre ao cair de moto e ser atropelada por carro Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o caminhão atingiu o carro lateralmente, provocando capotamento do automóvel menor. O condutor do caminhão fugiu do local com o veículo sem prestar socorro às vítimas. Até o fechamento desta matéria, a situação que causou o acidente não havia sido esclarecida, mas a PRF adiantou que a responsabilidade pelo ocorrido seria do caminhoneiro e acrescentou que o local da colisão é escuro e exige atenção dos motoristas. A mulher ferida foi conduzida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. A criança recebeu atendimento médico ainda no local do acidente.
Mãesvideo

Mães denunciam irregularidades no Hospital Arlinda Marques

Mães de crianças atendidas pelo Hospital Arlinda Marques, que pertence à rede estadual de Saúde e fica em João Pessoa, gravaram vídeos denunciando a falta de atendimento digno aos pacientes da unidade. Entre as irregularidades estão banho de crianças em pia e a divisão de uma maca hospitalar por quatro bebês. Leia também: Criança de dois anos morre afogada nas piscina da própria casa No vídeo, divulgado pelo programa Correio Verdade, da TV Correio, e que pode ser visto acima, também é denunciado o momento em que uma criança passa mal e vomita, sem receber auxílio de enfermeiras. Procurada pelo Portal Correio, a assessoria da Secretaria de Saúde analisou o caso como “pontual” e “inaceitável”. Além disso, disse que o hospital irá averiguar a situação e tomar as providências cabíveis. O complexo de Pediatria Arlinda Marques, que integra a rede hospitalar do Estado, é referência para atendimentos e cirurgias de média e alta complexidade, e, em nenhum momento nega atendimento à população, mesmo para casos que devem ser atendidos pela rede de atenção básica, como resfriados e viroses. No que diz respeito às denuncias de superlotação, a Secretaria de Estado da Saúde esclarece que trata-se de uma situação pontual e inaceitável, no entanto, está averiguando os fatos para tomar as providências cabíveis”, informou a nota.
- Advertisement -