|
Segunda-feira, 24 setembro 2018
- Advertisement -
- Advertisement -
Início Tags Parkour

Mais artigos sobre

Parkour

- Advertisement -

Notícias mais lidas

video

Homem funda asilo que abriga idosos carentes na Capital

Na série 'Gente que muda o mundo', o Portal Correio leva os leitores a conhecer histórias de pessoas que transformam a realidade dos mais necessitados, através da doação e do amor. Ao longo desta série, você conhecerá três personagens que dedicam seu tempo e esforço para ajudar quem realmente precisa. Muitos são os motivos que levam alguém a ajudar seu semelhante. No caso de Laélcio Sousa, após uma experiência de fé, ele decidiu fundar um asilo para abrigar idosos e pessoas carentes, em parceria com o Centro Espírita Nosso Lar. Veja o vídeo acima. Segundo Laélcio, o trabalho não foi fácil. Tudo começou com uma casa de taipa e quatro idosos carentes, mas hoje, conta com três pavimentos que abrigam mais de 100 pessoas que precisam de cuidado, mas acima de tudo, de amor.
video

Bandidos agem à luz do dia e atacam pessoas no Centro de Campina Grande

Um homem suspeito de promover assaltos nas proximidades da Praça Clementino Procópio, no Centro de Campina Grande, foi preso na tarde desta terça-feira (18) pela população que o flagrou assaltando uma mulher de 57 anos. Veja o vídeo acima. Outros bandidos são vistos nas imagens atacando pedestres na área que é de grande movimento. Conforme o repórter Hiran Barbosa, da Correio 98 FM Campina Grande, o suspeito estava nas proximidades da praça quando abordou uma mulher e a derrubou no chão para tentar roubar o celular dela. Segundo apuração do repórter, a população percebeu a ação do suspeito e correu atrás dele, que foi perseguido e alcançado, sendo detido. Logo depois, guardas municipais o detiveram e o levaram para uma delegacia.

Mais casos

As imagens foram compartilhadas nas redes sociais. Nelas, é possível perceber que os criminosos agiam em área de grande movimento, com trâsito intenso e sem nenhuma inibição. Em um dos casos, uma vítima é agarrada pelo pescoço. Em outra situação, uma pessoa quase entra em luta corporal com um dos assaltantes. Até o fechamento desta matéria, apenas um suspeito de estar entre os criminosos foi preso.
UFPBvideo

UFPB: portões abertos, tráfego livre e reclamações

Os últimos casos de assaltos e arrastões dentro do campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, têm assustados estudantes e professores da instituição. Ao Portal Correio, Bruno Luiz, estudante do curso de Engenharia Elétrica, e o professor Iure Paiva, do Departamento de Relações Internacionais, relatam no vídeo acima as impressões sobre a segurança na UFPB. Assisa acima. No local, o clima de medo é presente, principalmente pela falta de iluminação noturna e de fiscalização nas entradas da Universidade, onde pessoas entram sem identificação e veículos passam pelas guaritas sem serem verificados pelos seguranças. Por conta disso, a reitora da UFPB, Margareth Diniz, afirmou, em entrevista a Rede Correio SAT, que pretende tomar outras medidas para garantir a segurança de estudantes e funcionários da instituição. Entre essas medidas está o armamento de fogo para seguranças e fechamento das entradas, liberando apenas pessoas com identificação. “Estamos criando uma superintendência de segurança da universidade desmembrando da atual prefeitura universitária com estes encaminhamentos: vigilância-portaria, política de segurança para a Universidade como um todo, vigilância eletrônica, operacionalização do contrato dos terceirizados que hoje nós temos vigilância armada. O pessoal diz que a universidade é para ser 100% aberta e o vigilante não é para ser armado. Não pode ser assim, na Universidade o vigilante vai ser armado sim, a porta vai ser fechada sim e o controle vai ter que ser efetivo porque a bandidagem, a roubalheira e a violência que acontecem na cidade está refletindo dentro da Universidade”, contou Margareth. Entre as medidas já adotadas pela instituição, a UFPB adotou um número de WhatsApp para acelerar a comunicação entre estudantes e servidores e a segurança do campus.

Outros casos na UFPB

Outros crimes e ameaças têm sido registrados recentemente no campus da UFPB em João Pessoa. Em 18 de julho, foi noticiado um arrastão no local; também na instituição, estudantes foram presos com drogas; depredação de carro e casos de assédio também já foram registrados no campus neste ano. Sobre os casos, a UFPB minimizou os casos e os classificou como “pontuais”.
video

Jovem pessoense participa de pastoral para ajudar presidiários

Na série 'Gente que muda o mundo', o Portal Correio leva os leitores a conhecer histórias de pessoas que transformam a realidade dos mais necessitados, através da doação e do amor. Ao longo desta série, você conhecerá três personagens que dedicam seu tempo e esforço para ajudar quem realmente precisa. O advogado Raphael Garcia, de 28 anos, decidiu usar sua profissão para ajudar pessoas que muitas vezes são desprezadas por toda a sociedade: os presidiários. Participando da Pastoral Carcerária da Arquidiocese da Paraíba, Raphael presta assistência jurídica à presos que têm direitos na Justiça. Veja o vídeo acima.
- Advertisement -