|
Quarta-feira, 30 janeiro 2019
- Advertisement -
- Advertisement -
Início Tags Pinto do Acordeon

Mais artigos sobre

Pinto do Acordeon

- Advertisement -

Notícias mais lidas

Conde

Conde: uma ilha no meio do caos político da Grande João Pessoa

Salários atrasados, gestões sob a mira da polícia e Justiça e um povo desacreditado. Esse é o atual cenário em algumas das cidades que compõem a Região Metropolitana de João Pessoa. Em meio a esse caos moral e administrativo nessas prefeituras, uma cidade vem conseguindo fazer o ‘dever de casa’. Leia também: Prefeitura de Conde anuncia concurso com 72 vagas; confira Localizada no Litoral Sul do estado, a cidade de Conde possui cerca de 25 mil habitantes e uma arrecadação de aproximadamente R$ 6,5 milhões por mês. Com as eleições de 2016, o município saiu da gangorra política que envolvia dois ex-gestores, que por sinal são ex-cônjuges, para apostar no projeto encabeçado pela atual prefeita Márcia Lucena, do PSB. A socialista venceu a disputa com mais de 49% da preferência do eleitorado da cidade. O Portal Correio foi até a cidade de Conde para conversar com a gestora e entender como ela conseguiu driblar os problemas herdados pelas gestões anteriores. Assista à entrevista no fim da reportagem.

Prefeitura ficou sem sede

Márcia disse que as dificuldades eram tantas que a prefeitura chegou a ficar sem uma sede para que ela e seu corpo de auxiliares pudessem trabalhar. Segundo ela, o principal desafio foi solucionar a completa desorganização interna, que na maioria das vezes impedia acesso a registros e documentos da gestão. [caption id="attachment_130151" align="alignnone" width="1040"]Conde Sede da prefeitura de Conde (Foto: Alexandre Freire / Portal Correio)[/caption] “A cidade vivia seu pior momento, não tinha leis e nem políticas públicas, as pessoas sem cidadania. Muitos documentos simplesmente não existiam e isso foi muito complicado de lidar. Além de tudo isso, o povo estava com a autoestima muito em baixa e descrente, pois era muito mal tratado”, disse.

Gestão é bem avaliada

O empresário Otto Marcelo, há 12 anos atuando no ramo da hotelaria na cidade, disse que a prefeita conseguiu dar uma cara nova ao Conde. Ele ressaltou os investimentos que Márcia conseguiu atrair para o município, principalmente através das parcerias estabelecidas com o governo do Estado. Segundo o empresário, houve uma evolução na cidade de Conde devido às mudanças de princípios de gestão. "Essa mudança se verifica na forma como o imposto é utilizado e como a cidade vem sendo gerida. E os efeitos dessa nova realidade podemos perceber em vários pontos, como por exemplo, as vias pavimentadas, a nova iluminação e as reformas no distrito de Jacumã", comentou. A comerciante Socorro Marques, que atua vendendo confecções no distrito de Jacumã, também destacou a transformação da cidade. Segundo ela, a realidade hoje é outra. Socorro lembra da época em que a frente da loja onde atua abrigava um ponto de lixo e muito descaso. "Antes a nossa rua aqui era cheia de lixo, hoje tá bonita, as crianças andam, as pessoas tiram fotos, sentam pra conversar, enfim, está outra coisa", disse.

Bayeux e Cabedelo no noticiário policial

Por outro lado, as cidades de Bayeux e Cabedelo, também na Região Metropolitana, viraram manchete no noticiário por conta de denúncias envolvendo os seus gestores. Em Bayeux, após a deflagração da operação que culminou com a prisão do prefeito Berg Lima, o município chegou a ter outros dois gestores em pouco mais de um ano. Na cidade de Cabedelo não foi diferente. O então prefeito Leto Viana, vereadores e servidores foram presos por suposta participação em um esquema investigado pela Operação Xeque-Mate.

Assista à entrevista com a prefeita Márcia Lucena.

https://www.youtube.com/watch?v=dxGTmY3GPm0
Árvores

Ventania derruba 14 árvores e arranca telhados em CG

Ventos de até 60 km/h atingiram a região de Campina Grande, no começo da tarde desta segunda-feira (28), e causaram alguns estragos. Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros estão prestando atendimento a diversas ocorrências. A Defesa Civil de Campina Grande registrou 12 outdoors tombados, queda de 14 árvores, telhados residenciais arrastados, desabamento do teto da Feira Central e da cobertura da arquibancada do Campinense Clube. O coordenador da Defesa Civil de Campina, Ruiter Sanção, disse ao Portal Correio que a Agência Executiva de Gestão das Águas na Paraíba (Aesa) emitiu um alerta sobre a possibilidade dessas ocorrências. As chuvas, segundo o coordenador, são poucas, mas os ventos que já atingiram a região foram acima de 60 km, vindos de Pernambuco. O estado vizinho registra fortes chuvas nesta segunda, assim como Alagoas e Sergipe, locais que estão sob alerta do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). “A população está ligando, o telefone não para. O pessoal está bastante preocupado com relação a muros. O teto de um posto de gasolina desabou. Não tivemos nenhum trote e as equipes estão em campo fazendo os atendimentos", relatou Ruiter Sanção ao Portal Correio. Ele ainda contou que chegou o registro de que na cidade vizinha de Lagoa Seca, uma torre de internet e telefonia desabou. Com relação a outros municípios próximos a Campina Grande, o coordenador não soube informar a situação. Os telefones da Defesa Civil de Campina Grande que constam no site da prefeitura são (83) 8743-7986, (83) 8795-9851, (83) 9645-2330. Para todo o estado, o número geral para emergências é 199.

Bombeiros

O Corpo de Bombeiros, por sua vez, relatou que recebeu o registro de três ocorrências por queda com árvores, sendo duas que caíram e uma terceira que ameaçava cair. Segundo os registros, não há vítimas nesses locais. O telefone de emergência do Corpo de Bombeiros é 193.

Trânsito

A Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP) emitiu alerta sobre a falta de energia em um importante cruzamento do município, entre as avenidas Almirante Barroso e Rio Grande Sul, na Zona Sul da cidade, e pediu atenção, uma vez que outros semáforos também podem ter sido afetados. O telefone que pode ser usado para informar a situação de semáforos na cidade é o 3341-1278.

Tempo

Em contato com a TV Correio, a meteorologista da Aesa, Marle Bandeira, relatou que a mudança no tempo já era esperada. Ela disse que era previsto haver menos chuvas e mais ventania e explicou também que é a nebulosidade deverá aumentar, o que e favorece a ocorrência de chuvas. Veja vídeos registrados por moradores da cidade durante a ventania: [playlist type="video" ids="131200,131201,131202,131203,131206,131208"]
video

Jovem e tia e são suspeitos em caso de tiroteio na Zona Sul de João Pessoa

A Polícia Civil divulgou que o homem ferido nessa terça-feira (29) em um tiroteio no bairro de Mangabeira não foi vítima de bala perdida, mas sim um dos executores do crime. Ele teria disparo um tiro acidental na virilha ao tentar guardar a arma na hora da fuga. A conclusão foi feita a partir de imagens de câmeras de segurança na região. Uma tia dele também foi vista na cena do crime e acabou detida. Assista na reportagem da TV Correio. 
Mulhervideo

Mulher iria ser estuprada e esquartejada se não fosse resgatada, diz delegada

A mulher de 31 anos que foi resgatada pela Guarda Municipal de João Pessoa, nesta quarta-feira (23), iria ser estuprada e esquartejada. A afirmação é da delegada Vládia Holanda, à TV Correio, com base no depoimento da vítima. Assista abaixo. https://youtu.be/6ZwquqgqoT0 A mulher estava em um carro sob a mira de uma faca enquanto dirigia o carro dela perto do estádio Almeidão. Guardas municipais em uma viatura parada no trânsito percebram a movimentação e ajudaram a vítima, que foi resgatada com sangue e ferimentos no rosto. O suspeito de raptá-la foi preso e, à TV Correio, negou que tivesse a intenção de matá-la.
- Advertisement -