Taxista vira jogador aos 28 anos e se torna lenda do futebol mineiro

46
COMPARTILHE

Allan Taxista não tem uma história muito parecida com a dos outros jogadores de futebol. Ele até jogou em categorias de base, mas precisou procurar outra profissão quando engravidou a namorada e se viu prestes a se tornar um pai de família. Virou taxista e deixou para exibir seu talento somente nos campos de várzea.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Aos 28 anos, seus gols no futebol amador chamaram atenção e ele teve a oportunidade de fazer um teste no Tupi de Juiz de Fora. Logo virou jogador de futebol profissional e teve sucesso imediato. Tornou-se ídolo e um dos maiores artilheiros do clube. Quando parar de jogar, Allan voltará ao táxi e terá muitas histórias para contar aos passageiros, como o episódio em que fez dupla de ataque com Romário.

Assista ao vídeo abaixo:

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas