Início Geral

Temer: firme no poder

Foi um dia de fortes emoções. A começar pelo anúncio da morte, aos 66 anos e em razão de AVC, de dona Marisa Letícia, a esposa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e seu gesto de autorizar doação de órgãos que poderão salvar outras vidas.

É claro que houve interpretações diversas e debates sobre o que ou quem pode ser culpado, as repercussões da Lava Jato, e as consequências políticas, mas também gestos de solidariedade pela dor da família. O ex-presidente FHC e o ministro José Serra foram ao Hospital. O presidente Michel Temer deixou Brasília à noite para ir ao encontro de Lula.

A Câmara dos Deputados ainda não tinha iniciado a eleição da sua Mesa quando o STF anunciou que o ministro Edson Fachin é o novo relator dos processos da Lava Jato, em substituição a Teori Zavascki, morto em acidente no dia 19 de janeiro. Pouco depois ele distribuiu nota reiterando seu compromisso de cumprir seu dever com “prudência, celeridade, responsabilidade e transparência”.

Na sequência, Rodrigo Maia (DEM) foi reeleito presidente da Câmara dos Deputados, no 1° turno, com 293 votos (58%). O presidente Michel Temer terá dois aliados comandando as casas do Congresso, o que aumenta as chances de aprovação das reformas da Previdência e a Trabalhista, já protocoladas, e a tributária, que promete enviar neste ano.

E na mensagem lida ontem na sessão do Congresso, Michel Temer reforçou: “É hora de encarar sem rodeios as grandes reformas de que o Brasil precisa. Reformas vitais para restaurar a credibilidade que traz investimentos, que gera empregos. Reformas cruciais para que tenhamos um Estado eficiente, que assegure oportunidades para todos. Um Estado que corresponda às legítimas expectativas do cidadão”.

No início da noite, anunciou que o deputado Antonio Imbassahy será ministro da Secretaria de Governo, e apesar da crise, transformou a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, ocupada por Luislinda Valois, em ministério dos Direitos Humanos. São mais dois tucanos em posições de destaque. Também promoveu Moreira Franco, o sogro de Rodrigo Maia, para ministro da Secretaria Geral da Presidência. Mandará na Secom e acumulará o PPI.

Temer jogou bem e terminou o dia politicamente mais forte. Agora precisa vencer a crise, porque nada disso terá importância se não devolver a esperança de normalidade aos brasileiros.

A favorita

No Conselho Federal da OAB, foi a mais votada de todos os candidatos. No tribunal, também. Obteve 13 votos, contra oito dos dois concorrentes. Por esse critério, Silvana Guerra Barreto é fortíssima para compor o TRF-5.

Só homens?

Na lista entregue ao presidente Temer estão ainda Luciano Guimarães (AL) e Leonardo Carvalho (CE), mas com Silvana (PE), teria chance de indicar uma mulher para tribunal que só tem homens. Outro diferencial.

Fator político

Contudo, como os de Alagoas e Ceará são apadrinhados de Renan Calheiros e Eunício Oliveira, pode haver queda de braço na definição da 15ª vaga de desembargador do TRF-5. A torcida é para que respeite votações.

Posse no TCE

O conselheiro André Carlo Torres Pontes assume, hoje, a presidência do Tribunal de Contas do Estado, tendo como vice Arnóbio Viana. O evento está marcado para às 17h, no Centro Cultural Ariano Suassuna, do TCE.

Zigue e Zague

O paraibano Rômulo Gouveia foi o campeão de votos para a Mesa da Câmara. Recebeu 431 para a 4ª Secretaria. Rodrigo Maia foi reeleito presidente com 293.

“Estou feliz”, disse o deputado que foi indicado para o cargo pelo PSD. “É muito gratificante [a votação] e aumenta minha responsabilidade de trabalhar pelo Legislativo”.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.