Temer paralisa nomeação de diretor e presidente de fundos de pensão e estatais

22
COMPARTILHE

O presidente interino Michel Temer mandou paralisar todas as nomeações para diretorias e presidências de empresas estatais e de fundos de pensão, enquanto a Câmara dos Deputados não aprovar os projetos que limitam as indicações a pessoas com qualificação técnica. Em declaração à imprensa, ele informou que esperará a votação das propostas, prevista para ocorrer ainda esta semana.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Aprovados pelo Senado em abril, os projetos – um para as estatais e outro para os fundos de pensão – determinam que as nomeações de diretores, membros do conselho deliberativo e de presidentes desses órgãos e empresas sigam critérios técnicos, de preferência com pessoas do próprio quadro. Temer informou que, ontem à noite, falou com líderes da Câmara, que lhe informaram que o Plenário da Casa vote as propostas nesta terça-feira (7) ou quarta (8).

De acordo com o presidente interino, as nomeações segundo critérios técnicos ajudarão a limitar os gastos públicos e a tornar mais eficientes a gestão das estatais e dos fundos de pensão. “Se conseguirmos aprovar os dois projetos ainda esta semana, teremos dado um passo na configuração daquele propósito que expressamos em pronunciamento que anteriormente fizemos”, declarou Temer.

Leia
mais notícias
em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no
Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar
informações à Redação
do Portal Correio pelo
WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas