Início Policial

Tenente-coronel do Exército é preso após agredir esposa em João Pessoa

Oficial foi detido após negociação com a Polícia Militar. Equipe do Grupamento de Engenharia o conduziu à prisão
Caso foi registrado na Delegacia da Mulher de João Pessoa (Foto: Divulgação)

Um tenente-coronel do Exército foi preso, na madrugada desta segunda-feira (13), após agredir a esposa, em João Pessoa. Ela passou por exame de corpo de delito e já conta com medida protetiva.

Segundo apuração da TV Correio, a vítima relatou à Polícia Civil que encontrou no celular do marido indícios de traição, como conversas e fotos de outras mulheres. Eles iniciaram uma discussão e o tenente-coronel acabou agredindo a esposa. Em seguida, ele se trancou em um quarto e ela acionou a Polícia Militar.

Como havia a possibilidade de o homem estar armado, foi necessário algum tempo até que os policiais convencessem o oficial do Exército a sair do quarto e se entregar.

Ainda conforme apurou a TV Correio, a esposa do tenente-coronel contou que esta foi a primeira vez que o marido a agrediu fisicamente, mas revelou que já é vítima de violência psicológica há muito tempo.

Uma equipe do Grupamento de Engenharia foi até o apartamento do tenente-coronel para conduzi-lo até a prisão. Ele foi autuado em flagrante por violência doméstica.

ATUALIZAÇÃO:

O advogado de defesa, Diego Cazé, esclareceu que não houve a acusação de ‘socos’, como noticiado anteriormente, e que o próprio depoimento da vítima e o laudo traumatológico do IPC confirmam isso. “O oficial foi solto após a audiência de custódia e se coloca a disposição das autoridades para quaisquer esclarecimentos”, acrescentou o advogado.

_______________________________

* Matéria atualizada na manhã desta terça-feira (14) para acrescentar versão da defesa do tenente-coronel.

Comentários

  • Álvaro Brandão disse:

    Resgatem os policiais militares que estão ADIDOS nas viaturas, ninguém aguentam mais depois 30 anos atender ocorrências JOÃO AZÊVEDO

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.