TJ concede habeas corpus a flanelinha suspeito de atropelar e matar idoso em JP

120
COMPARTILHE

Foi liberado, nesta sexta-feira (10), para responder processo em liberdade, por meio de habeas corpus, o flanelinha Antônio Avelino dos Santos, que, ao dirigir um carro com transmissão automática, atropelou e matou Wilson José dos Santos, de 73 anos, no dia 31 de janeiro deste ano, no Centro de João Pessoa.

Leia também: Morre idoso que teve perna esmagada ao ser atropelado em JP; suspeito está preso

A decisão de concessão do habeas corpus foi do desembargador Márcio Murilo, do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).


Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com o advogado do flanelinha, Caius Marcellus, Antônio Avelino foi solto do presídio do Roger por volta das 16h30 e se comprometeu em continuar auxiliando a polícia e a Justiça.

“Avelino contribui a todo o momento com as investigações, mesmo sem precisar. Ele fez teste do bafômetro, não ofereceu resistência à prisão, não ofereceu risco de fuga, se apresentou espontaneamente e assinou depoimento na delegacia. Com base nisso, entramos com pedido de habeas corpus e o desembargador aceitou. Cabe lembrar que habeas corpus não significa impunidade, mas o direito de responder o processo e se defender da melhor maneira”, afirmou o advogado.

Ainda segundo Caius Marcellus, Antônio Avelino já está em casa e se comprometeu a não sair da Região Metropolitana de João Pessoa e comparecerá sempre que chamado pela Justiça a prestar novos esclarecimentos.


O caso

O atropelamento aconteceu no dia 31 de janeiro deste ano, quando Antônio Avelino tentava manobrar um veículo automático e perdeu o controle do carro o cruzamento das ruas Padre Azevedo com B. Rohan, no Centro de João Pessoa, subindo a calçada e atropelando a vítima.

Wilson José ficou preso embaixo do veículo e teve uma das pernas totalmente esmagada. A vítima chegou a ser socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas não resistiu e morreu.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas