Início Geral

TJPB confirma exclusão de PM suspeito de participar de milícia armada no NE

Um homem que atuava como capitão da Polícia Militar perdeu a patente e foi excluído da Corporação após o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) ratificar, nessa quarta-feira (23), parecer do Conselho de Justificação da Polícia Militar que declarou a perda do posto e patente do ex-capitão.


Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com a portaria de instauração do Conselho de Justificação da PM, o procedimento administrativo foi instaurado em decorrência do indiciamento em inquérito policial do suspeito, que é investigado pela Operação ‘Squadre’, da Polícia Federal, que apura o envolvimento de policiais civis, militares, agentes de investigação, agentes penitenciários, delegados em grupos de milícias e organização criminosa armada com reflexo interestadual.

Conforme o voto do relator do processo, o desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides, a participação do policial nos crimes foi confirmada através de interceptações telefônicas autorizadas judicialmente, onde ele, além da participação em milícias, estaria envolvido com porte e comércio ilegal de armas e munições, violação de domicílio, cárcere privado, roubo e outros delitos.

“Conclui-se, portanto, que o Militar não observou seu dever profissional e moral de zelar pela imagem da Polícia Militar que representa, bem como de não compactuar com situações de ilegalidade ou irregularidade, como as que foram retratadas no caso em tela”, declarou o relator.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.