Início Geral

Torcedor morre ao ser atingido por uma privada atirada de est?dio

O jogo entre Santa Cruz e Paraná, na noite desta sexta-feira (02), pela Série B do Brasileirão, teve uma notícia trágica após o apito final. Um torcedor foi morto nas imediações do estádio do Arruda após ser atingido por uma privada, que foi atirada para fora do estádio.

A informação inicial é que o fato ocorreu após briga entre as duas torcidas dos clubes. De acordo com a Polícia Militar, o nome do homem é Paulo Ricardo Gomes da Silva, 26 anos. Ainda segundo a PM, Paulo era torcedor o Sport e tinha ligações com a uniformizada do Paraná. A vítima morreu na hora. No local ficaram muitos estilhaços da privada jogada.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) interditou o Estádio do Arruda, no Recife, em nota, a CBF justificou a medida pela “gravidade do incidente” e informou que ela tem validade a partir de hoje até que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) “analise o caso e tome as providências cabíveis”.

O ato administrativo, assinado pelo diretor de Competições, Virgílio Elísio, e pelo diretor Jurídico, Carlos Eugênio Lopes, também tem efeito de representação da CBF no STJD para as medidas necessárias. A polícia ainda tenta identificar, pelas imagens das câmeras de segurança, quem jogou o vaso sanitário da arquibancada superior do estádio próximo a um dos portões.

Recife é uma das cidades-sede da Copa e receberá cinco jogos na Arena Pernambuco.

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco responsabilizou o clube pela morte do torcedor Segundo o secretário Alessandro Carvalho, a segurança patrimonial coral foi falha.“O que vimos foi uma negligência da segurança patrimonial do Santa Cruz. Houve falha”, disse Carvalho em coletiva na sede da SDS, na manhã deste sábado. O secretário ainda isentou a Polícia Militar da culpa pelo ocorrido. “A PM vinha fazendo o seu papel”.

Apesar de ainda não ter ninguém detido, ou ao menos um suspeito, Alessandro Carvalho demonstrou otimismo na resolução do caso e na punição dos envolvidos. “Já temos inquérito e esperamos conseguir a resposta o mais rápido possível”. A Polícia Civil vai utilizar imagens das câmeras de segurança para isso.

 

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.