Tovar cobra investimentos e mudanças na política de segurança pública

Tovar Cunha Lima (Foto: Divulgação)

A Paraíba teve uma alta de 22,8% nos assassinatos em 2020 na comparação com 2019. Os dados do Índice Nacional de Homicídios mostram que o aumento de mortes aconteceu mesmo durante a pandemia causada pelo coronavírus e foi puxado principalmente pelo Nordeste, que teve um aumento de 20%. Para o deputado Tovar Correia Lima (PSDB) é necessário que o Governo do Estado reveja a política de segurança pública na Paraíba, como forma de reduzir os índices de criminalidade.
 
“Precisamos urgentemente discutir a segurança pública da Paraíba diante dos altos índices de criminalidade constatados no nosso estado. Esse é um problema grave que vem afetando a qualidade de vida da população, produzindo violência, ameaça, medo e insegurança, além de comprometer o processo de desenvolvimento econômico e social da Paraíba. A Assembleia Legislativa não pode deixar de discutir esse tema”, defendeu Tovar.
 
De acordo com o Índice Nacional de Homicídios, no ano passado, foram registradas 1.157 mortes violentas, contra 942 em 2019. Ou seja, 215 mortes a mais. Vale lembrar que estão contabilizadas no número as vítimas de homicídios dolosos (incluindo os feminicídios), latrocínios e lesões corporais seguidas de morte.
 
O deputado lembra ainda que o aumento de mortes ocorrido em todo o país, com aumento de 5%, foi puxado principalmente pela região Nordeste, que teve um aumento expressivo nos assassinatos: 20%. O mês mais violento de 2020, conforme o Monitor da Violência, foi o mês de novembro, com 123 crimes, seguido do mês de abril, que contabilizou 121 mortes violentas.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.