Moeda: Clima: Marés:

Tovar cobra providências ao Governo do Estado sobre obras prometidas em Campina Grande: ‘muita promessa feita, mas nenhuma realizada’

Tovar Correia Lima (Foto: Divulgação)

O deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) cobrou nesta terça-feira (31), durante pronunciamento na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), que o Governo do Estado cumpra o que foi prometido pelo governador João Azevêdo (PSB) quanto a transferência da Casa da Cidadania de Campina Grande para a rodoviária e as obras de reestruturação do Caic na cidade.
 
“Eu espero que esse ano, que é ano eleitoral, o senhor governador realize o que prometeu em relação da Casa da Cidadania e o Caic na nossa Campina Grande. É muita promessa feita, mas realizada nenhuma. Essa é uma reivindicação do povo de Campina Grande encabeçada pelo vereador Waldeny Santana e que eu estou reverberando para toda a Paraíba”, destacou Tovar.
 
João Azevedo anunciou que iria instalar a Casa da Cidadania no Terminal Rodoviário Argemiro de Figueiredo e que iria realizar obras de reestruturação no Caica das Malvinas. O anúncio teria sido feito no dia 6 de outubro de 2021, em uma solenidade na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). O projeto contaria com oito salas de aula e um ginásio de esportes coberto.
 
Hospital das Clínicas –  Tovar lembrou ainda a situação do Hospital das Clínicas , em Campina Grande, que teve parte do muro derrubado por conta das chuvas no ano passado e que até agora continua no chão. “O governador disse que faria imediatamente a reconstrução, mas até agora nenhuma atitude foi tomada. Infelizmente o governador só faz promessas para Campina Grande. Com o Amigão a situação é a mesma. Foi apresentada uma maquete linda, mas a realidade é outra completamente diferente. As obras prometidas pelo Governo não foram iniciadas ou sequer concluídas”, disse.
 
O muro da parte lateral do Hospital das Clínicas desabou em dezembro de 2021 em função das chuvas que atingiram a cidade naquele período. O imóvel havia sido reformado pelo Governo do Estado e entregue em junho de 2020, com mais de R$ 2,2 milhões investidos, mas um ano após os serviços, o muro caiu e continua nas ruínas até hoje.

Palavras Chave

Informe Legislativo

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.