Início Geral

Travamento na venda de veículos deve causar demissões em massa e falência de concessionárias

A troca da empresa de gravames no Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) vai gerar uma onda de demissões no seguimento de venda e revenda de automóveis no estado e até no fechamento de empresas. A informação foi confirmada pelo advogado Fabrício Montenegro, que representa a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores na Paraíba (Fenabrave). Confira abaixo vídeo da TV Correio.


Leia também: Detran troca empresa do gravame e PB deixa de arrecadar R$ 2 mi por semana

Em seu editorial, o empresário Roberto Cavalcanti comenta nesta quinta no Portal Correio sobre as dificuldades do segmento de revenda de automóveis com a mudança de empresa pelo Detran. Clique aqui e leia.


Leia mais Notícias no Portal Correio

Sem acessar o registro, os bancos recomendaram as financeiras que atuam no estado a não mais realizarem financiamentos de veículos novos ou usados em todas as mais de 335 concessionários do estado.

“A situação é inusitada, as empresas foram pegas de surpresa. O Detran-PB impôs aos bancos que eles aceitassem uma nova empresa para gerir o controle dos registros de gravames. A contratação dessa nova empresa foi sem licitação e vem gerando um prejuízo sem tamanho, inclusive com a provável demissão de vendedores em todo o estado”, afirmou Fabrício Montenegro.

Com a mudança, as concessionárias registram prejuízo e paralisação de 85% das vendas de veículos. De acordo com o advogado, a representantes da Fenabrave estiveram na sede do Detran-PB para discutir o assunto, mas ao houve diálogo.

“Não temos mais o que fazer com relação ao diálogo, já que o Detran-PB não nos houve. O que estudamos agora são ações judiciais para tentar reverter o caso. Caso não consigamos, a realidade do setor de venda de veículos vai ser de demissões, para diminuir o custo, e fechamento de empresas”, contou o advogado.

Ainda segundo Fabrício Montenegro, com a atual situação, os paraibanos que possuem veículo financiado quitado não consegue baixar o gravame, ficando impossibilitados de realizar um novo financiamento ou vender o carro.

Segundo o advogado, as concessionárias de veículos estão sem acessar o sistema de gravames desde o dia 24 de outubro, após o Detran-PB mudar, sem diálogo ou sem aviso prévio, a empresa de gravames, causando um prejuízo de R$ 2 milhões por semana.

Assista abaixo a entrevista do advogado Fabrício Montenegro, que representa a Fenabrave, ao Correio Debate da TV Correio

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.