Treinador do Atlético dispara contra a arbitragem: ‘Estão querendo nos tirar do G4’

21
COMPARTILHE

Parecia que o Atlético de Cajazeiras iria afundar o Botafogo-PB em sua crise. No domingo (5), no Almeidão, o Trovão Azul jogava melhor, abriu o placar aos 24 minutos do primeiro tempo com Mosquito, e dois minutos depois teve um pênalti marcado ao seu favor. Alef foi para a cobrança, mas Michel Alves pulou no canto esquerdo para fazer a defesa. Acesse o Voz da Torcida.

Leia mais notícias de Esporte no Portal Correio

A partir daí o time sertanejo passou a se fechar mais e não oferecia espaços para o Belo. Mas em um lance de bola parada, Wanderson apareceu livre para empatar. No segundo tempo, satisfeito com o resultado, o Atlético de defendia bem e seguia sem oferecer chances ao adversário. Até que, no último lance do jogo, em um abafa do Botafogo-PB, tomou a virada.

Ederson Araújo, treinador atleticano, analisou a partida, e fez questão de elogiar o time adversário.

“O jogo foi muito equilibrado. Viemos para jogar fechados e no contra ataque, conseguimos fazer um gol, tivemos chance de matar o jogo, perdemos pênalti. Mas o Botafogo-PB é uma equipe grande, cresceu, empatou em um erro nosso individual e conseguiu a vitória”, analisou.

O gol da virada do Belo, marcado por Rafael Oliveira aos 52 minutos do segundo tempo, não podia deixar de ser mencionado pelo comandante atleticano. Os 7 minutos de acréscimos foram dados por Pablo Alves devido ao grande número de atendimentos médicos dos jogadores do Trovão que caíam no gramado durante o segundo tempo.

Ederson se revoltou contra a arbitragem, e sugeriu que está havendo uma perseguição ao time cajazeirense devido a boa campanha apresentada pela equipe.

“Sobre a arbitragem, fica difícil, até vergonhoso para o futebol paraibano o que estão fazendo. É a terceira vez que dão sete minutos de acréscimos contra nós diante de uma equipe grande. Você vai falar com eles e eles não aceitam, mas os adversários podem. Estamos fazendo um bom campeonato, apresentando um bom futebol, e diante dessas circunstâncias eles estão querendo tirar o Atlético do G4”, acusou.

O fato é que a derrota para o Botafogo-PB acabou deixando o Atlético de Cajazeiras fora da zona de classificação para as semifinais do Paraibano. O clube era o terceiro colocado antes da rodada ser iniciada, mas foi ultrapassado por Auto Esporte e Treze, e agora ocupa a quinta posição. Para tentar retornar ao G4, o Trovão vai ter que buscar um bom resultado na quarta-feira (08), quando enfrentará o Campinense no Amigão.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas