Início Geral

Três são presos suspeitos de atuar ilegalmente como personal trainers em JP

Três pessoas foram presas, na manhã desta terça-feira (14), suspeitas de atuar ilegalmente como educadores físicos em academias de João Pessoa. As detenções, realizadas pela Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa (DDF), foram realizadas em operações, que terão prosseguimento para detenção de outras sete pessoas suspeitas do mesmo crime.


Leia mais Notícias no Portal Correio

A polícia tomou conhecimento das atuações irregulares após denúncia da Associação Paraibana de Personal Trainers (ASPPET).

De acordo com a DDF, os dez suspeitos atuavam nas academias sem nenhum registro junto ao Conselho Regional de Educação Física da Paraíba (Cref-PB).

Ainda segundo a DDF, alguns dos suspeitos denunciados são estudantes de Educação Física e poderiam exercer apenas as funções de estagiários, sob fiscalização, orientação e acompanhamento de profissionais habilitados, não podendo atuar como personal trainers.

“Outros denunciados sequer possuem formação acadêmica, atuando com base apenas em sua “experiência” empírica, ou seja, com base em erros e acertos, colocando em risco a saúde dos que contratam os seus serviços, podendo acarretar em graves lesões, motivo pelo qual foram denunciados pela associação dos profissionais da área”, informou a DDF.

De acordo com a legislação, os detidos pelo exercício ilegal da profissão respondem em liberdade, assinando um Termo de Compromisso na DDF e sendo liberados após a assinatura. No entanto, os suspeitos também responderão administrativamente perante o Cref-PB, que aplicará as medidas administrativas cabíveis.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.