Início Geral

Tribunal de Justi?a mant?m na pris?o mec?nico que planejou morte de finlandeses na PB

Constantino Alexandre da Silva, de 58 anos, deve permanecer preso por ser apontado como mentor do assassinato de três finlandeses em Alhandra, na Grande João Pessoa, em dezembro de 2011. Ele havia recorrido, mas a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) manteve a prisão na manhã desta terça-feira (28).

Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com o relator do pedido, desembargador Arnóbio Alves Teodósio, a defesa disse no recurso que Constantino da Silva está sofrendo constrangimento ilegal por falta de motivos que justifiquem a manutenção da detenção dele. Os advogados de Constantino alegaram ainda que há excesso de prazo para conclusão do processo na justiça, já que ele se encontra recolhido há três anos sem conclusão penal e com ausência de fundamentação da decisão que decretou a prisão.

Porém, o Arnóbio Alves ressaltou que o excesso de prazo se deve ao fato do caso ser complexo e envolver mais de um réu. Já quanto à falta de motivos que justificassem a manutenção da prisão preventiva, o desembargador Arnóbio entendeu que o pedido não deve ser conhecido, porque não foi juntada cópia da decisão que decretou a prisão preventiva.

O mecânico Constantino da Silva é apontado como mentor dos assassinatos dos finlandeses Pasi Kalervo Kaartinen, Ritta Marjata Kaartinen e Sirpa Helena Tiihonen. Os corpos das três vítimas foram encontrados dentro de um canavial, na cidade de Alhandra.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.