Moeda: Clima: Marés:
Início Saúde

Trombose venosa: entenda os fatores de risco e saiba como prevenir

Entre as principais causas da trombose venosa estão a obesidade, o sedentarismo, o uso de corticoides e a trombofilia
Foto: Divulgação/ Depositphotos

As causas da trombose são diversas e, geralmente, o problema ocorre com a combinação de mais de um fator de risco. Entre os principais, estão a obesidade, o sedentarismo, o uso de corticoides e a trombofilia.

A trombose venosa profunda é o tema do novo episódio do “Sem Contraindicação”, o videocast da Unimed João Pessoa. Os episódios são disponibilizados sempre às quintas-feiras, mas esta semana, por causa do feriado de 7 de Setembro, a publicação foi antecipada para esta quarta (6). Os convidados são o angiologista Rodrigo Domingues e o hematologista Roberto Matias.

Atenção às pernas

A trombose venosa pode ocorrer em qualquer parte do corpo. No entanto, segundo os médicos, é mais comum nas pernas, sobretudo nas mulheres. “A trombose venosa é multifatorial e a principal complicação é a embolia pulmonar”, alerta o angiologista Rodrigo Domingues. A embolia pulmonar é a obstrução de uma artéria do pulmão causada por um trombo (coágulo de sangue) transportado na corrente sanguínea.

No caso específico da trombofilia, doença rara que gera uma pré-disposição no indivíduo em desenvolver trombos, pode acontecer por fator hereditário ou adquirido, afetando qualquer parte do corpo. No entanto, é preciso investigar o histórico e o perfil de paciente para o diagnóstico da doença.

Fatores evitáveis

Além dos fatores já listados que podem provocar a trombose, se o paciente tiver maus hábitos como ser fumante ou utilizar anabolizantes, aliado a outras condições, é um forte candidato a ter uma trombose. “Se a gente imaginar o contexto do paciente que usa alguma medicação, como corticoisteroide, é tabagista e além disso ainda é obeso e sedentário, definitivamente, isso é um combo para trombosar. Não é a questão de ‘se’, é ‘quando’ vai acontecer [a trombose]”, alertou o hematologista Roberto Matias.

Movimente-se

É comum em viagens longas, com mais de três horas, ficarmos muito tempo com as pernas em repouso. Ou até mesmo no dia a dia, a depender do trabalho, passar muito tempo sentado ou de pé. Essas situações podem gerar risco de trombo.

Mas, medidas simples podem ajudar a evitar o problema. “É importante fazer pequenos movimentos, como flexão da panturrilha, manter-se bem hidratado durante a viagem e usar meias elásticas, se puder”, orientou Rodrigo Domingues.

Videocast

Os convidados são o angiologista Rodrigo Domingues e o hematologista Roberto Matias (Foto: Divulgação/ Unimed)

O videocast “Sem Contraindicação” é publicado nos canais da Unimed João Pessoa no YouTube e no Spotify. Cada episódio traz sempre dois convidados, que abordam temas relacionados a saúde, qualidade de vida e bem-estar.

Os episódios anteriores e mais informações sobre o programa estão no Portal Unimed João Pessoa: www.unimedjp.com.br/semcontraindicacao. Na página, ficam disponíveis os links para acesso aos canais da Unimed JP no YouTube e no Spotify, além de espaço para as pessoas enviarem sugestões para o programa.

O “Sem Contraindicação” é produzido pelo Departamento de Comunicação e Marketing da Unimed João Pessoa, com apresentação de Linda Carvalho.

Palavras Chave

SaúdeUnimed JP
publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.