Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

‘Um dos momentos mais difíceis da minha vida’, diz mulher que processou Luísa Sonza por racismo

Advogada Isabel Macedo disse que o caso já foi arquivado e que precisa virar essa página e seguir a vida
Luisa Sonza
Foto: Reprodução / Instagram

Isabel Macedo — advogada que processou Luísa Sonza por racismo em 2020 — publicou um desabafo nas redes sociais, na última sexta-feira (22). Ela disse que o caso foi arquivado e que precisa virar essa página. “Vivi um dos momentos mais difíceis da minha vida até hoje. Mas, tudo bem, pois eu sempre estive acompanhada psicologicamente”, escreveu. As informações são do R7, parceiro nacional do Portal Correio.

“Hoje vejo que aquele momento se fez necessário, pois com ele amadureci muito. O que eu pensava já ter ficado para trás veio à tona. E, mais uma vez, me trouxe as dores, as quais estou tratando ainda. Contudo, quero e preciso virar essa página”, continuou.

Isabel agradeceu as mensagens de apoio, e até as de ódio, e disse que não irá desativar as redes sociais, como já fez no passado. “Além de gostar de estar aqui, compartilho informações importantes para os trabalhadores e seus familiares que sofreram acidentes de trabalho”, encerrou.

O caso em que Luísa cometeu racismo aconteceu em setembro de 2018, mas foi registrado judicialmente em 2020. A Isabel Macedo abriu uma ação judicial contra a cantora após a artista pedir um copo de água a ela em uma festa enquanto celebrava seu aniversário, acreditando que a advogada trabalhasse no local.

Em nota, publicada em seu Twitter, Luísa explicou que o processo aconteceu por danos morais e que queria usar o momento para aprender mais sobre questões raciais.

publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.