Início Geral

Um voo mais alto

Mesmo negando, pois ainda é cedo para manifestações abertas dessa natureza, o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia, está certo de que deve dar um voo mais alto nas eleições do próximo ano. A ideia de ser um possível sucessor do governador Ricardo Coutinho parece que foi deixada de lado, mas não excluída definitivamente dos planos. Se o desejo e as condições eleitorais o favorecem, então nada mais justo do que disputar uma das doze cadeiras que a Paraíba tem direito na Câmara dos Deputados.

As andanças do presidente ao lado do governador reforçam ainda mais seu nome para a disputa. Os colegas na Assembleia Legislativa já o procuram para fazer dobradinhas, pois sabem do rico e fiel espólio eleitoral dos Maia no Estado.

Mas as andanças apenas não trarão mais eleitores para esse novo desafio. O presidente da Casa de Epitácio Pessoa precisa também fazer uma boa administração, dando o exemplo de um Poder independente e voltado a defender os interesses dos paraibanos. A Casa precisa mostrar serviço com aprovação de matérias importantes que garantam melhoria de vida à população.

Fazendo o dever de casa direitinho, Gervásio Maia tem todas as condições de disputar e garantir uma cadeira de deputado federal no próximo ano. Aliás, o presidente do Poder Legislativo tem até mesmo as condições para ser o candidato do governador a sucedê-lo no Palácio da Redenção.

Segurança

Ao ser questionado de uma mudança de discurso essa semana, em relação a Reforma Trabalhista, o líder do Governo, Aguinaldo Ribeiro, segurou a onda. O paraibano foi taxativo ao declarar que o discurso é o mesmo. “O nosso compromisso com o País, com a credibilidade, com a geração de empregos”. Seguro.

Descrédito

Eu não acredito em parlamentares que morrem de criticar determinados assuntos e na hora da votação, ‘somem’. É preciso não apenas defender bandeiras, mas hasteá-las.

Exemplo

Depois, ainda há quem critique hábitos – espero que enterrados – de deputados estaduais que deixavam o plenário quando eram oposição para não votar projetos.

Avanço

Sobre a aprovação do fim do foro privilegiado, em primeiro turno, o primeiro-vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima, declarou ontem que a decisão é um avanço para a sociedade brasileira.

Unidos

Cássio, em entrevista a repórter do Correio Debate Sandra Macedo, defendeu ontem que José Maranhão seja o coordenador da bancada no Senado, em acordo com Raimundo Lira.

Voto da discórdia, de novo

Quando um voto de aplausos ao governador Ricardo Coutinho vira motivo de debate na Assembleia Legislativa – e não é a primeira vez que esse tipo de homenagem ao socialista vira bate-boca na Casa – é o assunto do dia em um plenário, é porque realmente, como diria minha mãe, “está faltando serviço”.

Repúdio…

O deputado Tovar Correia Lima apresentou um voto de repúdio a atitude adotada pelo governador Ricardo Coutinho de interferir na escolha do novo coordenador da bancada federal.

…na assembleia

Tovar ainda se solidarizou com o deputado Benjamin Maranhão que coordenava a bancada, mas acabou deixando o posto pela intervenção do governador.

Encontro

O diretor da Esma desembargador Marcos Cavalcanti, participa do 45º Encontro Colégio Permanente de Diretores de Escolas Estaduais da Magistratura, em Recife. O evento vai até sábado.

Festejos

Os prefeitos de Campina Grande e Patos, Romero Rodrigues e Dinaldinho, estiveram em Brasília buscando recursos para os festejos juninos. O arrastapé vai começar!

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.