Início Economia

Usina paraibana recebe certificação internacional e vai exportar etanol para os Estados Unidos

Empresa se tornou a primeira no Brasil a obter reconhecimento da sustentabilidade
Cana-de-açúcar
Foto: Pixabay

A Usina Giasa em Pedras de Fogo, recebeu a certificação LCFS-CARB (Low Carbon Fuel Standard do California Air Resources Board), que significa Padrão de Combustível de Baixo Carbono, e com isso se tornou a primeira empresa brasileira a obter esse reconhecimento da sustentabilidade da produção de etanol, e serve de passaporte para exportação ao Estado da Califórnia.

Por meio da certificação LCFS, o programa visa reduzir as emissões de gases de efeito estufa e poluentes nocivos a saúde humana.

Segundo o presidente do Sindicato da Indústria de Fabricação de Álcool na Paraíba (Sindalcool), Edmundo Barbosa, a Califórnia tem uma legislação mais rigorosa e dá preferência ao etanol de cana que recebe um prêmio e é uma exigência para a redução das emissões. “A Giasa enfrentou um longo processo de apresentação de evidências. Agora, os procedimentos operacionais utilizados pela empresa serão referência para as outras empresas no Brasil”, adiantou.

De acordo ainda com Barbosa, a Califórnia é um dos estados americanos com a maior quantidade de veículos por habitante. “Lá, o etanol de cana é obrigatório para reduzir as emissões”, lembrou.

Estrutura

A Giasa faz parte do Grupo Olho D’Água que possui mais duas empresas sucroalcooleiras: a Usina Central Olho D’Água e a COMVAP. Adquirida em 2019 pelo grupo, a GIASA moeu na última safra, mais de 1.172.000 toneladas de cana.

Atualmente o Grupo Olho D’Água tem uma moagem consolidada de mais de 4.100.000 toneladas de cana-de-açúcar e emprega na safra e entressafra, 11.700 funcionários.

Palavras Chave

EconomiaIndústria

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.