Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Vândalos destroem lixeiras e causam prejuízos de R$ 40 mil

A Prefeitura Municipal de Campina Grande investiu quase R$ 40 mil na compra de 300 lixeiras de polietileno, em janeiro deste ano, repondo nos locais centrais, já que muitas foram praticamente destruídas pela ação de vândalos.

Leia também:

No ano de 2013, o vandalismo foi responsável pela destruição de mais de 50% das unidades coletoras de lixo. No ano seguinte, em 2014, as restantes foram praticamente destruídas, levando o governo municipal a comprar mais 600 unidades deste tipo. Todo ano é feita nova compra para reposição. 

Em 2016, diante do problema, por determinação do prefeito Romero Rodrigues, a prefeitura firmou dois contratos com uma fornecedora de um tipo de equipamento mais resistente à ação criminosa de quem pratica o vandalismo. Com isso, em duas etapas, foi feita a distribuição de lixeiras de aço e ferro na cidade, dificultando, assim, a postura dos vândalos que não respeitam o patrimônio público.

Reposição de lixeiras

Delur Joméris Tavares, diretor da Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma), informou que praticamente todas lixeiras já foram colocadas nas principais ruas do centro da cidade, como Maciel pinheiro, 7 de Setembro, Floriano Peixoto, João Pessoa, Marquês do Herval e Praça da Bandeira e Parques de Diversão. Elas são afixadas nos postes e pede a conscientização de todos para que não danifiquem ou  roubem, pois isso ocorre bastante, infelizmente.

Segundo Joméris, o equipamento deve ser utilizado para que a população não jogue lixo na rua, causando impacto ambiental e entupimento de galerias, além de diminuir o serviço de varrição, que ocupa muito o tempo dos trabalhadores.

Crime

Na ocorrência de vandalismo ou depredações ao patrimônio público ou privado, os danos causados serão punidos pelo crime de dano tipificado no artigo 163 do Código Penal, parágrafo único e incisos. Art. 163 – Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia: Pena – detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.