Em Intermares

Provas

Grande João Pessoa

'Vozes da Depressão'

vandalos-destroem-monumentos-no-conde-e-policia-abre-inquerito
Mirante Dedo de Deus, na praia de Coqueirinho, no Conde - Foto: Divulgação

Vândalos destroem monumentos artísticos e polícia investiga

Obras foram construídas e instaladas no Mirante Dedo de Deus por estudantes e professores da Universidade Católica de Valparaíso, do Chile

1015
COMPARTILHE

Sete monumentos artísticos inaugurados no mês passado no Mirante Dedo de Deus, na praia de Coqueirinho, no Conde, no Litoral Sul do estado, foram destruídos por vândalos na madrugada desse domingo (18). As obras foram construídas e instaladas no local por estudantes e professores da Universidade Católica de Valparaíso, do Chile.

Na manhã de domingo (17), os turistas que compareceram ao mirante Dedo de Deus, foram surpreendidos com as cenas de destruição. As criações dos arquitetos e estudantes de várias nacionalidades (chilenos, franceses, argentinos, noruegueses e austríacos) tinham formas variadas e possibilitavam diferentes visões do meio ambiente.

Um inquérito policial foi aberto na manhã desta segunda-feira (18) pela Polícia Civil de Conde (Litoral Sul da Paraíba) para investigar a autoria da destruição. O secretário de Turismo do Conde, Aristóteles Souto Maior, esteve no início da manhã com o delegado de Conde Francisco Marinho a quem relatou a gravidade do ato de vandalismo.

“O trabalho realizado pelos professores e estudantes da Universidade do Chile foi totalmente destruído, as esculturas foram quebradas e numa delas atearam fogo”, contou o secretário.

O “Proyecto Travesía”, do Chile, considerado um dos mais importantes projetos culturais da América Latina, trouxe em outubro ao município de Conde um grupo de 39 pessoas formado por estudantes e professores de diversas nacionalidades para realizar uma jornada de intervenção artístico-paisagística no Mirante Dedo de Deus, na praia de Coqueirinho, referência internacional do turismo paraibano e nordestino.

O projeto é destaque na formação que a escola oferece. É um processo experimental de ensino e aprendizagem no âmbito acadêmico que se incorporou ao currículo de alunos e alunas de arquitetura e desenho. Realiza-se anualmente. O município de Conde foi o escolhido este ano para abrigar o grupo.

Uma resposta para “Vândalos destroem monumentos artísticos”

  1. EU QUERO VER, À CAPACIDADE DAS AUTORIDADES DA PARAÍBA; ESPECIALMENTE ÀS QUE REPRESENTAM O MUNICÍPIO DO CONDE, DESVENDAR ESTAS ATROCIDADES.
    TENHO CERTEZA QUE QUEM FEZ ISSO, NUNCA ABRIU À PÁGINA DE UM LIVRO. SÃO UNS POBRES FALIDOS DE CONHECIMENTOS CULTURAIS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias mais lidas