Moeda: Clima: Marés:
Início Saúde

Veja onde se vacinar contra gripe e sarampo em João Pessoa

De segunda a sexta-feira, as pessoas poderão procurar a Unidade de Saúde da Família (USF) mais próxima de casa para se imunizar e atualizar o cartão de vacinação
Vacina, Vacinação, Sarampo
Foto: SES-PB

Depois do ‘Dia D’ de mobilização contra a Influenza e sarampo, a Prefeitura de João Pessoa segue vacinando todos os grupos prioritários em todas as salas de vacinas da Rede Municipal de Saúde.

São 203 equipes de Saúde da Família, distribuídas em 96 Unidades de Saúde da Família, o Centro Municipal de Imunização (CMI), as Policlínicas de Mandacaru, Mangabeira e das Praias, que funcionam de segunda a sexta-feira, até as 16h.

A Secretaria de Saúde ainda reforça o chamamento para que os pais e responsáveis das crianças procurem os serviços de saúde e atualizem a caderneta de vacinação de seus filhos.

“Nesta Campanha, além de estarmos aplicando as doses de Influenza e da Tríplice Viral, que previne contra o sarampo, na oportunidade, estamos também atualizando o cartão de vacina das crianças. Os pais não podem relaxar e devem monitorar a caderneta de vacina das crianças e dos adolescentes”, disse o chefe da Seção de Imunização da Capital, Fernando Virgolino.

Para Influenza, a vacinação já foi ampliada para todos os grupos prioritários e, contra o sarampo, a campanha segue para trabalhadores da saúde e crianças a partir dos seis meses de idade e menores de 5 anos.

As Campanhas de Vacinação são um importante chamamento, para garantir uma ampla assistência preventiva e criar um bloqueio vacinal contra doenças que estão em circulação que podem agravar e evoluir para o óbito.

Grupos de risco

Fazem parte do grupo prioritário as pessoas com 60 anos ou mais, crianças na faixa etária de 6 meses até 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas, funcionários do sistema de privação de liberdade, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo, rodoviário, portuários, funcionários do sistema prisional e profissionais das forças de segurança e salvamento (policiais, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas).

Documentação

Para vacinação é necessário levar, além do cartão de vacina, os documentos comprobatórios de cada grupo. Os profissionais que se enquadram na ampliação dos grupos prioritários deverão apresentar documento de identificação com foto e comprovante (declaração, carteira do conselho de classe ou contracheque) de vínculo com a empresa ou instituição onde atua. Já pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais deverão apresentar laudo médico.

Locais para vacinação

– Centro Municipal de Imunização (CMI) – Av. Rui Barbosa, Torre;
Horário: das 8h às 16h

– Unidades de Saúde da Família (USF);
Horário: das 7h às 11h e das 8h às 16h

– Policlínicas Municipais de Saúde;
Horário: das 8h às 16h

De segunda a sexta-feira, as pessoas poderão procurar a Unidade de Saúde da Família (USF) mais próxima de casa para se imunizar e atualizar o cartão de vacinação.

Campanha

As campanhas de vacinação contra sarampo e influenza foram iniciadas em 4 de abril e se estendem em todo estado até 3 de junho para reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes destas infecções, sobretudo na população mais vulnerável aos vírus.

A Secretaria de Estado da Saúde reforça que todos os municípios paraibanos estão abastecidos com doses para atender a população contemplada. Na Paraíba, mais de mil salas de vacinação seguem trabalhando para garantir a imunização dos grupos prioritários.

De acordo com uma parcial do dia de mobilização, foram 114.614 doses administradas no estado, sendo 30.030 da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola, e 84.584 do imunizante contra influenza. Os dados foram consolidados às 18h de sábado (30) com informações de 209 municípios.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.