Início Geral

Veja os resultados das quartas de final da Copa do Brasil

Cruzeiro empata em casa e se classifica

Cruzeiro e Palmeiras honraram nesta quarta-feira (26), no Mineirão, as quartas de final da Copa do Brasil. Os dois times fizeram uma partida com todos os requintes de um jogão. Melhor para os cruzeirenses que com o empate por 1 a 1 (haviam empatado por 3 a 3 no Allianz Parque) avançaram à próxima fase.
Agora, o Cruzeiro pega Grêmio ou Atlético-PR, que se enfrentam nesta quinta, nas semifinais da competição de mata-mata. A CBF promete informar no dia seguinte a ordem dos jogos. Comente no fim da matéria.

Leia mais notícias de Esporte no Portal Correio.

O técnico Cuca não poupou titulares para a partida. Mas, mesmo com seus melhores jogadores em campo, faltou encaixar uma jogada trabalhada, uma tabela, uma chance de gol que assustasse realmente Fábio. Tanto que o gol veio só aos 25 minutos do segundo tempo, depois que um chute de Keno desviou no meio do caminho.
Do outro lado, o Cruzeiro estava muito tranquilo até levar o gol. Por pouco não caiu na sua própria armadilha de querer cozinhar o jogo. Aos 40 minutos da etapa final, o lateral Diogo Barbosa livrou a barra dos donos da casa e mostrou que o time, de tão copeiro, vai forte para a próxima fase.

Mengão perde, mas passa

O Santos foi valente nesta quarta-feira (26), ainda assim, terminou eliminado na Vila Belmiro. O Flamengo aproveitou a vantagem da primeira partida e também fez sua parte para ficar com a classificação às semifinais da Copa do Brasil apesar da derrota: 4 a 2 para os donos da casa.

O Flamengo agora tem na semifinal o clássico carioca contra o Botafogo, que passou pelo Atlético-MG. A CBF promete anunciar na sexta-feira os mandos de campos.
O esperado retorno de Diego à Vila Famosa depois de 13 anos foi respeitoso. O campeão brasileiro pelo Peixe em 2002 recebeu o carinho da torcida, mas não se deixou levar pela emoção. Foi dele a excepcional enfiada de bola para Berrío fazer o primeiro ainda aos 9 minutos. Ainda no primeiro tempo, aos 33 minutos, Bruno Henrique deu sequência ao espetáculo com um golaço na gaveta.

Sem ligar para a vantagem do primeiro jogo (2 a 0), o Fla avançou ainda mais e conseguiu o segundo no primeiro minuto do segundo tempo, com Guerrero, fuzilando o goleiro Vanderlei. Foi o bastante para os donos da casa buscarem a virada em dois minutos: Copete fez aos 8 e Victor Ferraz (em outro golaço) marcou no minuto seguinte. O quarto gol saiu já nos acréscimos em saída errada de Muralha, que havia feito boa partida. Copete, que não tinha na a ver com isso, mandou para o fundo do gol.

A partida, que antes estava “brigada” no melhor dos sentidos, descambou para a violência em sua reta final. Guerrero e Lucas Lima eram os principais envolvidos que misturavam valentia com jogadas de pouco fair-play. O jogo também foi marcado pela sinalização de pênalti de Réver em Bruno Henrique e depois volta atrás de Leandro Vuáden, que consultou o quarto árbitro. Nem por isso, o jogo perdeu em emoção.

Botafogo é impecável e se classifica

Com um futebol de primeira linha e uma atuação de respeito, o Botafogo não deu chances ao Atlético-MG nesta quarta-feira (26), venceu por 3 a 0 e garantiu uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil. Jogando no Nílton Santos, o time carioca mandou no primeiro tempo e conseguiu reverter o placar agregado, já que no primeiro duelo, em Belo Horizonte, o time havia sido derrotado por 1 a 0.
Empurrado pela sua torcida, o Botafogo começou o jogo pressionando. E a tática deu certo. Aos 5 minutos, depois de cobrança de escanteio, a bola sobrou para Bruno Silva. Dentro da área o volante pegou mal na finalização, mas Carli, oportunista, mandou para o fundo do gol deixando tudo igual no confronto das equipes.

Demorou, mas aos poucos o Atlético-MG ia acordando no Engenhão. Porém, quando o Galo menos esperava, seu pior carrasco entrou em cena. Aos 40 minutos, João Paulo recebeu lançamento na esquerda, se livrou bem da marcação de Luan e colocou na cabeça de Roger. O camisa 9 ganhou no alto de Gabriel e colocou de cabeça no canto de Victor. Foi o 11º gol dele em 18 jogos contra o Atlético-MG.
“Foi um grande primeiro tempo, tivemos chances até de fazer mais. Agora é voltar concentrado, continuar da mesma forma e matar no contra-ataque”, disse Roger na saída para o intervalo.

Os donos da casa seguiram a ideia de matar o jogo e voltaram ligados para a segunda etapa. Na primeira jogada, Roger limpou a marcação pelo meio e deu passe para Pimpão na direita da grande área. O camisa 7 bateu forte para o gol, mas Gabriel chega de carrinho para bloquear.

A melhor resposta do Atlético-MG veio com Cazares. Ele recebeu lançamento longo de Marcos Rocha, ganhou na velocidade de Victor Luis e fica cara a cara com Jeferson. O camisa 1 saiu da área para desviar de cabeça e salvar o Botafogo, que ainda teve tempo de marcar mais um para o delírio da torcida no Engenhão. Aos 44 minutos, o time da casa puxou rápido contra-ataque com Leandrinho, que passou para Bruno Silva. Ele tocou para Gilson, que adiantou no domínio e acertou um ótimo chute no cantinho de Victor. A bola ainda bate na trave antes de entrar e sacramentar a vaga do Bota na semifinal.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.