Vereador cobra audiências públicas para discutir barreira do Cabo Branco

34
COMPARTILHE

O vereador Lucas de Brito (PSL) cobrou a realização de audiências públicas para debater com a sociedade civil organizada os pontos mais relevantes do processo licitatório referente à intervenção na Barreira do Cabo Branco, em João Pessoa.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Lucas informou que já existe uma empresa vencedora no processo licitatório do Estudo de Impacto Ambiental/Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) e lembrou que a secretária de Planejamento (Seplan), Daniella Bandeira, havia firmado compromisso sobre a realização das audiências públicas para manter informações sobre o projeto.

“O resultado foi divulgado e apontou uma empresa pernambucana como apta a realizar o estudo”, destacou. A empresa em questão é a Eicomnor Engenharia Impermeabilização Comércio do Nordeste Ltda. e, pelas informações do Diário Oficial, apresentou uma proposta no valor de R$ 535.243,95. A assinatura do contrato entre a Prefeitura de João Pessoa e a empresa selecionada deve acontecer nos próximos dias.

Durante o encontro realizado em janeiro, ficou acertado o compromisso da Prefeitura de João Pessoa de realizar várias audiências antes do início da realização do projeto. “Nossa intenção é que os grupos de interesse possam participar do processo, por isso, reforçamos a solicitação através de Requerimento apresentado ao plenário da Casa”, justificou.

Na ocasião também houve o compromisso dos representantes da PMJP de facilitar a troca de informações entre o Poder Público e as entidades sobre os estudos técnicos de impacto ambiental. Do mesmo modo, a criação de uma Câmara Técnica com representantes dos grupos da sociedade civil para participar ativamente das discussões sobre a Barreira.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas