Início Notícias

Vigilante demora a entregar celular a assaltantes e acaba assassinado, em João Pessoa

Um vigilante de 34 anos foi assassinado, na noite dessa quarta-feira (26), por demorar a entregar celular a uma dupla de assaltantes que o abordou na porta de casa, no bairro da Torre, em João Pessoa.

A vítima conversava com um amigo quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram e anunciaram o assalto. O amigo teria entregado o celular rapidamente, mas o vigilante ficou em estado de choque por alguns instantes.

Um dos criminosos teria descido da moto para exigir novamente o aparelho. Já com o celular em mãos, o bandido teria dito que “não estava ali de brincadeira” e disparado tiros contra o vigilante.

A vítima ainda chegou a entrar em casa para pedir ajuda e foi socorrida em um carro particular para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 21h, segundo boletim da unidade.

Suspeitos identificados e presos

Segundo a Polícia Militar, três jovens e um adolescente foram detidos na manhã desta quinta (27) suspeitos de terem participado do crime. Eles são moradores do bairro Tibiri II, em Santa Rita, e vinham sendo acompanhados pelo Núcleo de Inteligência do 7º Batalhão. Um dos suspeitos é foragido da cadeia pública de Mamanguape.

“Eles vinham à Capital todos os dias, em horários diferentes, para cometer assaltos, mas nesta quarta-feira conseguimos interceptá-los na entrada do bairro do Cristo Redentor, onde provavelmente eles iriam agir”, informou o sargento Gilmar Maia.

Os quatro suspeitos foram levados para a Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel.

* A matéria foi atualizada às 11h47 para inserir informação sobre a prisão dos suspeitos.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.