Campina Grande

Pólio e sarampo

#SouRepórterCorreio

TV Correio

Catolé do Rocha
Catolé do Rocha (Foto: Google Street View)

Vigilantes são presos suspeitos de roubar joalherias

Com os vigilantes foram encontrados um veículo com registro de roubo e uma quantidade de ouro

70
COMPARTILHE

Cinco vigilantes de uma empresa de segurança privada foram presos, na manhã desta quinta-feira (13), em Catolé do Rocha, Sertão do estado, a 448 quilômetros de João Pessoa, suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada em furtos a joalherias da cidade.

Com os vigilantes foram encontrados um veículo com registro de roubo e uma quantidade de ouro.

De acordo com o delegado Sylvio Rabelo, responsável pela 18ª Delegacia Seccional de Catolé do Rocha, as cinco prisões são preventivas e foram decretadas pela Justiça após a polícia conseguir coletar indícios que comprovam a participação dos vigilantes em dois arrombamentos praticados contra duas joalherias localizadas no centro de Catolé do Rocha.

“Esses arrombamentos ocorreram em um período de dois a três meses. Conseguimos coletar imagens de câmeras instaladas em comércios próximos às joalherias que mostram os vigilantes participando de forma ativa nos crimes, uns ficando dentro das joalherias, enquanto outros ficando fora, fazendo rondas e dando cobertura, para despistar a polícia. As imagens são claras e identificamos cada um deles”, afirmou o delegado.

Ainda segundo o delegado, os vigilantes trabalhavam na mesma empresa que era contratada pelos empresários para fazer a segurança das joalherias. Porém, os suspeitos presos entraram em acordo com outros bandidos e, além de participação direta, facilitavam os roubos.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas