Moeda: Clima: Marés:

Volante do Treze faz cirurgia no joelho e deve ficar sete meses afastado

Médico Lúcio César, que faz parte da comissão médica do Treze, afirmou que o jogador deve ficar pelo menos sete meses sem poder trabalhar com bola
Foto: Divulgação

A estreia do Treze no Campeonato Paraibano está programada para o dia 5 do próximo mês. O compromisso do Galo será no estádio Amigão, em Campina Grande, contra o Sport Lagoa Seca. Para esse jogo, o Galo tem um desfalque certo: o volante João Vitor, que fez uma cirurgia no joelho.

O médico Lúcio César, que faz parte da comissão médica do Treze, afirmou que o jogador deve ficar pelo menos sete meses sem poder trabalhar com bola. Outra informação do médico indica que João Vitor já tinha passado por cirurgia no mesmo joelho que voltou a ser afetado durante um jogo-treino.

“Durante a partida, o jogador sofreu uma entorse grave e rompeu, mais uma vez, o ligamento cruzado anterior. Por isso, foi preciso a reconstrução. Foi uma operação tranquila. A gente já iniciou o tratamento e o prazo de recuperação é previsto para terminar em sete mês”, afirmou o médico Lúcio César.

Enquanto o Departamento Médico trata João Vitor, a comissão técnica acelera a preparação do elenco visando à estreia no Campeonato Paraibano. A boa notícia foi a liberação do estádio Presidente Vargas para realização dos treinamentos. O diretor de patrimônio do Galo, Paulo Guimarães, destaca os próximos passos para liberação do PV para os jogos oficiais.

A tabela do Campeonato Estadual indica o estádio Amigão como local para os jogos com o mando de campo do Galo. Mas, segundo a diretoria alvinegra, apenas a partida contra o Campinense deve ser realizada naquela praça de esportes. O Treze pretende atuar contra Nacional de Patos, CSP e Sport Lagoa Seca, no Presidente Vargas.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.