Início Esportes

‘Warley escapou da morte por 2 centímetros’, diz médico

O gerente de futebol do Botafogo-PB e ex-jogador da Seleção Brasileira, Warley Santos, passou por uma cirurgia para retirar coágulos residuais do pulmão. O procedimento foi realizado na manhã deste sábado (27) em um hospital particular da Capital. Segundo o médico responsável pela cirurgia, Petrúcio Sarmento, Warley escapou da morte por dois centímetros. O estado de saúde do ex-jogador é estável e ele não corre risco de morte.

Conforme explicou o médico, por pouco a arma utilizada para perfurar as costas de Warley não atingiu uma artéria que possui ligação com o coração. Caso essa artéria tivesse sido perfurada o ex-jogador provavelmente não teria chegado vivo ao Hospital de Emergência e Trauma da Capital, para onde ele foi socorrido inicialmente.

O médico também afirmou que a primeira cirurgia realizada no gerente de futebol do Botafogo-PB foi a drenagem pleural. “Essa foi a que salvou a vida dele. Foram colocados dois tubos no tórax, que fez com que ele estivesse aqui hoje, dada a gravidade da lesão”, explicou.

Já na segunda cirurgia, além da retirada dos coágulos, houve limpeza da superfície do pulmão e cauterização do local de sangramento. “Houve uma complicação da lesão inicial. Os ferimentos foram graves. Para termos noção, mais dois centímetros de profundidade do ferimento e ele não teria nem chegado vivo ao Trauma”, comentou o médico.

A expectativa da equipe médica é que em até sete dias Santos tenha os drenos retirados. “Esse é o prazo para alta hospitalar também. Por ser um atleta, a resistência dele é maior do que a das outras pessoas. Ele vai poder ter vida completamente normal dentro de 30 dias”, afirmou. O estado de saúde do gerente de futebol é regular, que está na UTI ainda e vai passar por fisioterapia. Por enquanto, ele não corre risco de morte.

O crime

De acordo com apuração da TV Correio, Warley Santos sofreu duas facadas nas costas na madrugada dessa sexta (26) e a principal suspeita é de tentativa de assalto. Após ter sido atacado, Warley foi até a casa de um amigo, que o levou ao Hospital de Trauma, de onde foi transferido para o hospital particular.

Texto de Celina Modesto, do Jornal Correio da Paraíba, com informações de Amauri Aquino, da TV Correio.

Comentários

  • andrey disse:

    Muito bom seu site. Conteudo muito bom e de qualidade. Layout muito intuitivo.

  • Júnior disse:

    Estou cada dia mais convicto de que crimes como esse, contra cidadãos comuns, não envolvidos na política, dificilmente farão com que os nossos legisladores adotem medidas de tolerância ZERO contra a bandidagem. É a realidade de nosso país. Quando existem raros políticos que defendem uma legislação penal e processual penal mais rígida, boa parte da imprensa tenta aniquilar e “queimar” sua imagem ante à opinião pública. Ainda bem que, até agora, o sistema correio tem sido isento quanto a isso. Precisamos de representantes, em todas as esferas, que verdadeiramente REPRESENTEM o que a MAIORIA deseja. Democracia é isso. Também precisamos aprender a votar. Enquanto elegermos as mesmas caras, que nunca moveram um milímetro para socorrer-nos dessa insegurança, a tendência é piorar…

  • Walmir U. Araújo disse:

    PARABÉNS AOS DIRIGENTES DO BELO PELA INICIATIVA E A AOS MÉDICOS RESPONSÁVEIS PELO SEUS ATENDIMENTO MARAVILHOSO!. DEUS ACIMA DE TUDO!. INFELIZMENTE, É ESTE O NOSSO PAÍS!. UMA POPULAÇÃO MISERÁVEL NAS MÃOS DOS POLÍTICOS CORRUPTOS, QUE SÓ FAZEM ROUBAR A NAÇÃO.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.