acaua-esta-quase-seca-e-aesa-suspende-retirada-de-agua-do-rio-paraiba
Chico Martins. (Foto: Chico Martins/Correio da Paraíba).

Acauã seca e Aesa suspende retirada de água do Rio Paraíba

Popularmente conhecida como Acauã, a barragem Argemiro de Figueiredo está com apenas 3,77% da capacidade

795
0
COMPARTILHE

A Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) suspendeu a retirada de água do Rio Paraíba, no trecho entre o açude Epitácio Pessoa, localizado na cidade de Boqueirão, e a barragem de captação da Cagepa, no município de Itabaiana.

A suspensão, feita por meio de uma resolução publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (19), ocorre devido ao baixo nível do reservatório Argemiro de Figueiredo.

Popularmente conhecida como Acauã, a barragem Argemiro de Figueiredo está com apenas 3,77% da capacidade, o que equivale a 9,5 milhões de metros cúbicos. O reservatório abastece os municípios de Itabaiana, Pilar, Juripiranga, São José dos Ramos, Boqueirão de Gurinhém, Salgado de São Félix, Mogeiro, Aroeiras, Gado Bravo e o distrito Pedro Velho.

“Sabemos que algumas atividades econômicas como agricultura, pecuária e aquicultura podem ser prejudicadas, mas o consumo humano e animal são prioridades, daí a necessidade de tomarmos esta medida para garantir o abastecimento das cidades”, explicou o presidente da Aesa, João Fernandes da Silva.

De acordo com a resolução, quando o abastecimento na barragem de Itabaiana for normalizado serão permitidas retiradas ou captações de água para áreas de até meio hectare onde sejam realizadas agricultura de subsistência, aquicultura, carcinicultura e piscicultura. Ainda não há previsão de quando o fornecimento será regularizado.

“Vamos realizar fiscalizações periódicas com a utilização de drones e o apoio da Polícia Militar. Quem descumprir, pode ser multado e ter a bomba lacrada ou até mesmo apreendida”, alertou João Fernandes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas