Deputado da PB defende PEC para melhorar situação dos professores no Brasil

19
0
COMPARTILHE

Quase a metade dos professores do ensino médio do país dá aulas de disciplinas para as quais não tem formação específica. A informação é do Movimento Todos Pela Educação, com base nos dados do Censo Escolar de 2015. Segundo o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB), a ‘PEC da Nova Educação’ deve contribuir para resolver a situação.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

“Nós precisamos de forma urgente trazer uma solução para esse grave problema. E a PEC 20/2015 é uma delas, com a possibilidade de uma cooperação entre os entes federativos. Precisamos buscar essa colaboração mútua para alavancar a carreira do professor, colocando-o como responsável pela nossa educação. Se isso acontecer, vamos incentivar as pessoas a seguirem a carreira de professor no Brasil”, afirmou o deputado.

Conforme o levantamento, dos 494 mil docentes que trabalham no ensino médio, 228 mil (46,3%) atuam em pelo menos uma disciplina para a qual não têm formação. O número de professores com formação adequada em todas as aulas dadas representa 53,7% do total.

A pesquisa mostra ainda que quase um terço dos professores só dá aulas em matérias para as quais não tem formação específica. Outros 14% se desdobram entre a área em que são titulados e outras para as quais não são habilitados.


PEC 20/2015

Aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal, a PEC 20/2015 modifica o inciso VIII e o parágrafo único ao artigo 206, ambos da Constituição Federal, para instituir o Magistério Público Nacional.

Além disso, a PEC estabelece que o professor é a categoria responsável pela educação e que seu subsídio máximo seja considerado limite superior dos agentes administrativos públicos, não podendo a diferença entre as diversas categorias ser superior a 10% nem inferior a 5%, nem exceder a 90% do limite a que se refere ao subsídio mensal, em espécie, dos Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas