Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Coluna do professor Trindade dá dicas sobre acentuação gráfica

Apesar de já fazer um bom tempo da mais recente Reforma ortográfica, percebemos que muita gente ainda não assimilou as poucas mudanças ocorridas na Acentuação gráfica. Vamos dar uma repassada pelo assunto, incluindo-se as recentes mudanças:

REGRAS DE ACENTUAÇÃO

  1. Todas as palavras proparoxítonas continuam acentuadas.

Exemplos: lâmpada, fôlego, álibi, déficit…

  1. Acentuam-se os oxítonos terminados em a, e, o (seguidos, ou não, de s); e os terminados em em, ens.

Exemplos: cajá (s); café (s), você (s), jiló (s), armazém, porém, parabéns.

OBSERVAÇÃO

As formas verbais combinadas com pronome, resultantes em oxítono, seguem a regra citada:

Vou conquistar aquela garota.

Vou conquistá-la.

Vou rever aquela garota.

Vou revê-la.

Vou repor o dinheiro desviado.

Vou repô-lo.

Note:

Vou conseguir aquele emprego.

Vou consegui-lo.

Por que, no último caso, não houve acento? Porque a forma verbal resultante em oxítona não terminou em a, e, o.

ATENÇÃO: Costuma “cair” em concurso justamente o que foi alvo da observação anterior.

  1. Monossílabos tônicos

Acentuam-se os monossílabos tônicos em a, e, o, seguidos, ou não, de s:

Pá (s)

Pé (s)

Pó (s)

Exemplo:

Vou fazer pós-graduação em Direito Eleitoral.

Observação:

As formas verbais monossilábicas combinadas com pronome seguirão a regra citada:

Vou ver aquela garota.

Vou vê-la.

Vou pôr o livro na mesa.

Vou pô-lo.

  1. Acentuam-se os paroxítonos terminados em:

R: revólver.

L: fácil.

N (S): próton (s).

X: tórax.

PS: bíceps.

I (S): júri (s).

U (s): bônus.

UM/UNS: álbum; álbuns.

à (s): órfã (s).

ÃO (s): órfão (s).

E os terminados em ditongo:

Exemplos: espontâneo, mágoa, contemporâneo.

ATENÇÃO:

Os paroxítonos terminados em ens não são acentuados graficamente. Por esse motivo, hífen tem acento, mas hifens, não; pólen tem acento, mas polens, não. Note que jovens também não leva acento.

Observação:

As vogais tônicas i e u das palavras paroxítonas perderam o acento quando precedidas de ditongo.

Ex:  feiura, bocaiuva.

(Essa mudança foi efetuada pela mais recente Reforma)

  1. Continuam sendo acentuados os ditongos abertos em éu, éi, ói nas palavras oxítonas:

Exemplo: chapéu, anéis, corrói.

Atenção:

Não se acentuam mais tais ditongos abertos quando a palavra for paroxítona:

Exemplo: paranoico, heroico.

Tal mudança foi efetivada na mais recente Reforma ortográfica. De modo que agora você acentua, por exemplo, herói; mas não acentua mais heroico.

  1. Continuam recebendo acento gráfico os hiatos em i e u, desde que uma dessas letras:
  • fique isolada na sílaba;
  • esteja seguida de s;
  • não esteja seguida de nh;
  • não esteja precedida de ditongo.

(alteração  efetuada pela nova regra).

Observe:

Juiz/ juízes

Raiz/ raízes

Saída

Tambaú

Saíste

Rainha

Feiura

Note que juiz e raiz não têm acento, porque o i não está isolado na sílaba.

Note que rainha não tem acento, por estar o i seguido de nh

.           ATENÇÃO:

Os hiatos em i e u precedidos de ditongo perderam o acento, em consequência da nova regra dos ditongos, imposta pelo novo acordo ortográfico.

Ex.: feiura, bocaiuva, etc.

Observação: Quando da combinação forma verbal + pronome resultar um elemento que seja hiato, tal regra deve ser observada.

Exemplos:

Vou construir a casa.

Vou construí-la.

  1. Não se acentuam mais os hiatos em ee e oo (fechados):

O voo da perdiz encanta.

Eles leem muito, mas leem mal.

Eles veem as coisas de forma deturpada.

Eles não creem em horóscopo.

Espero que eles me deem uma chance.

(Tal mudança foi efetivada pela mais recente Reforma)

  1. ACENTOS DIFERENCIAIS

Mantiveram-se os diferenciais pôde (passado) para diferenciar de pode (presente); pôr (verbo) para diferenciar de por (preposição).

Exemplos:

Ele não pôde vir à aula ontem, mas pode vir hoje.

Por alguns instantes, ele quis pôr obstáculos à proposta.

É opcional o acento de fôrma para diferenciar de forma.

Exemplo:

A fôrma do bolo tinha a forma de coração.

CUIDADO!

As formas têm e vêm da terceira pessoa do plural dos verbos ter e vir não perderam o acento. Não são acentos diferenciais. De modo que continuaremos escrevendo:

Ele tem mania de perseguição.

Eles têm mania de perseguição.

Ele nem sempre vem às reuniões.

Eles nem sempre vêm às reuniões.

Observação:

Os verbos derivados de ter seguem a mesma regra:

Aquela empresa mantém o monopólio das linhas de João Pessoa.

Aquelas duas empresas mantêm o controle das linhas de Campina Grande.

IMPORTANTE:

As abreviaturas mantêm o acento da palavra abreviada.

Ex.: página (pág.); século (séc.).

Comentários

Priscila disse:

Resumo perfeito! Raramente encontrado.
Estou cursando Letras e ainda não consegui alguém que me desfaça completamente a dúvida sobre a forma como se deve usar o este e esse. Encontrei várias informações, mas me faltou uma que falaria sobre ao momento em que se usa o este e não está evidente, isto é: Vimos dois livros, mas queremos levar apenas este último. Quer dizer, isso parece uma anáfora, mas não é, e ESSE seria o único caso? Se puder me ajudar, agradeço!

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.