Início Esportes

Atlético-PB, Campinense, Sousa e Treze vencem no estadual

Atlético-PB, Campinense, Sousa e Treze venceram no fim de semana e se consolidaram na busca pela classificação às semifinais do Campeonato estadual. Em Cajazeiras, o Trovão Azul bateu o CSP e segue líder e invicto na temporada. No Amigão, Campinense sofreu, mas bateu a Perilima com gol no fim. Sousa jogou mal, mas venceu o Sport-PB e o Treze, na estreia do técnico Moacir Júnior, venceu o SP Crystal e segue vivo na busca pela classificação. Confira cada jogo abaixo:

Leia também:

Atlético-PB 2 x 0 CSP

Três pontos na conta. Assim segue o Atlético-PB no Campeonato Paraibano com a vitória sobre o CSP. Em campo, o começo da partida teve muita intensidade. Logo aos 13 do primeiro tempo o Atlético-PB teve um gol anulado de Paulinho, que recebeu passe e mandou para o gol, mas no momento em que recebeu o passe o jogador do time de Cajazeiras estava impedido e o gol foi anulado.

Estadual

Trovão Azul segue invicto na temporada e se aproxima da classificação no estadual (Foto: Gabriela Sávio / Atlético-PB)

No minuto 43, Paulinho cruzou a bola na área para Éder Paulista que cabeceou bem e mandou para o gol. 1 a 0 Trovão e fim do primeiro tempo. Na segunda etapa, quase não se viu o CSP em campo. Pressão total do Atlético-PB em busca do segundo, que veio aos 19 minutos. Em jogada de Marcinho, o meia percebe a movimentação de Costela, que entrou no segundo tempo, que ao receber o passe já mandou para o gol. 2 a 0 para o Atlético-PB.

Após o segundo gol, as equipes atacaram pouco. O CSP tentou chegar com algumas jogadas de bola aérea e o Atlético-PB teve a chance de ampliar ainda mais o placar, principalmente na jogada do capitão Ferreira, que por pouco não marca um golaço com um chute de fora da área. 

Com a vitória, o Trovão Azul soma 17 pontos e lidera com quatro pontos de diferença para o segundo colocado, o Treze que também venceu na rodada. Já o CSP estaciona na terceira colocação do grupo B, com sete pontos em sete jogos. A equipe pessoense está a dois pontos da zona de rebaixamento.

Escalações

Atlético-PB: Ariel; Filipinho, Wesley, Gean e Davi; Ferreira, Paulinho, Marcinho, Mendes e Renan; Éder Paulista

CSP: Wallace; Vitor, Denis, Alberte e Gustavo; Emerson, Mandaca, Ronald e Bahia; Natalício e Fábio

Próximos confrontos

O Atlético-PB volta a campo no domingo (15) quando enfrenta o São Paulo Crystal, em mais um jogo no Perpetão, às 17h. Também no domingo, o CSP irá jogar em Campina Grande contra a Perilima, no Amigão, às 16h.

Campinense 2 x 1 Perilima

O Campinense suou mas conseguiu vencer a Perilima por 2 a 1 no sábado (7), no Estádio Amigão, em Campina Grande, pela sétima rodada do Campeonato Paraibano. Com um gol do meio-campista Jairo, aos 45 minutos do segundo tempo, a Raposa se manteve na liderança do grupo B com 13 pontos, um ponto a mais do que a equipe do Sousa.

Com cinco desfalques (Uesles, Alex Maranhão, Vitão, Fábio Jr. e Romário Backer) e uma improvisação, o treinador Oliveira Canindé colocou o meio-campista Gabriel Vieira para fazer a lateral-direita, assumindo a vaga deixada pelo seu companheiro Vitão, expulso pelo terceiro cartão amarelo na última partida diante do Sport-PB.

Estadual

Campinense vence a Perilima por 2 a 1 (Foto: Daniel Lins/ Campinense Clube)

Mesmo chegando apenas uma vez ao ataque no primeiro tempo, a equipe rubro-negra conseguiu abrir o placar com Robertinho, aos 35 minutos, e desceu para o vestiário com a vantagem de 1 a 0.

Atrás do marcador, a equipe Perilima voltou com outra postura para o segundo tempo, adiantou suas linhas, forçou o erro do Campinense e explorou o ponto fraco rubro-negro: o jogo aéreo. Com uma equipe de baixa estatura, o time do treinador Oliveira Canindé conseguiu suportar a pressão até os 35 minutos do segundo tempo, quando uma bola foi alçada na área e o zagueiro Jairo, da Perilima, subiu mais alto que todo mundo e testou para o fundo das redes, empatando a partida no Amigão.

Pressionado e com extrema dificuldade para entrar na grande área da Perilima, o Campinense parecia não ter mais forças para chegar ao ataque, até que, em um lance isolado, Rafael Ibiapino rolou a bola para Jairo soltar uma bomba da entrada da grande área, indefensável para o goleiro da Águia, a bola bateu na bochecha da rede e morreu no fundo do gol. Campinense 2 a 1.

Escalações

Campinense: Adílson Júnior; Mattheus Silva, Gabriel Vieira, Dorgival e Pêu; Matheus Camargo, Allefe, Robertinho e Vinicius Vargas; Rhuann e Rafael Ibiapino

Perilima: Conrado; Birungueta, Lucas Bahia, Jairo e Dudu Paraíba; Ezequias, Mateus Brito, Carlos Maia e Marcelinho Paraíba; Fernandes e Igor Balotelli

Próximos jogos

O próximo adversário do Campinense será o Atlético de Cajazeiras, no dia 22/03, às 16h, no Estádio Amigão. Na quarta colocação do grupo A com sete pontos, a equipe da Perilima buscará a reabilitação diante do CSP, no dia 15/03, às 16h, também no Estádio Amigão.

Treze 1 x 0 São Paulo Crystal

Na estreia do treinador Moacir Júnior à frente do comando técnico do Treze, o Galo venceu a Águia de Cruz do Espírito Santo por 1 a 0 e segue vivo na disputa pela classificação do Campeonato Paraibano.

Com essa vitória sobre a equipe do São Paulo Crystal, na tarde de domingo (8), o Alvinegro chega aos 13 pontos conquistados dentro da competição e assume a vice-liderança do grupo A, com dois jogos a mais em relação a equipe do Botafogo-PB. Já o São Paulo Crystal se mantém na lanterna do grupo B com 7 pontos.

Durante o primeiro tempo, o Treze teve a posse de bola, encurralou o adversário, em certos momentos, e buscou a finalização, mas sem a qualidade. As jogadas não eram trabalhadas no meio-campo, a equipe pulava algumas etapas dentro da partida explorando a ligação direta entre a defesa e o ataque, ignorando a participação do meio-campo na construção das suas jogadas.

Com apenas três treinamentos durante a semana, o treinador Moacir Júnior não teve tempo de implantar a sua metodologia de jogo e, inevitavelmente, teve que aproveitar parte do trabalho realizado pelo ex-treinador alvinegro, Celso Teixeira, explorando bastante o jogo aéreo da equipe.

Estadual

Zagueiro Breno Calixto come a grama do Estádio Presidente Vargas em comemoração ao seu gol (Foto: Cassiano Cavalcanti/Treze FC)

Os jogadores do Treze sabiam que se quisessem sair de campo com a vitória, teriam que comer grama na tarde desse domingo, e foi justamente isso o que o zagueiro Breno Calixto fez. Em lance isolado de qualidade no ataque, o zagueiro foi para a grande área, saiu da marcação para receber um belo passe do lateral-esquerdo Gilmar e bateu na saída do goleiro João Emanuel para abrir o placar. 1 a 0 Treze.

Se durante o jogo a equipe alvinegra procurava mais o gol e o São Paulo Crystal se armava para sair em contra-ataque, após o gol de Breno Calixto, aos 15 minutos do segundo tempo, os papéis se inverteram e a equipe de Cruz do Espírito Santo se mandou ao ataque, encurralou o Galo da Borborema e ameaçou a vitória dos donos da casa, que passaram a ter mais espaços para encaixar um contra-ataque, mas não obtiveram sucesso e partida terminou com um placar magro de 1 a 0 para o Treze.

Escalações

Treze: Jeferson; Gustavo, Nilson Jr., Breno Calixto e Gilmar; Robson, Vinicius, Almir e Tales; Caxito e Rafael Oliveira

SP Crystal: João Manoel; Michel, Alenilson, Dipão e Carioca; João Victor, Welton , Léo Henrique e Luiz Henrique; Lúcio Curió e Biro Biro

Próximos jogos

Na próxima rodada a equipe do Treze irá encarar o Sousa, no próximo domingo (15), às 16h, no Estádio Presidente Vargas. Já a equipe do São Paulo Crystal terá uma pedreira pela frente, viajará até Cajazeiras para enfrentar o líder do grupo A, o Atlético-PB, o jogo também será no próximo domingo, só que às 17h, no Estádio Perpetão.

Sousa 1 x 0 Sport-PB

Em jogo fraco tecnicamente, o Sousa conseguiu bater o Sport-PB por 1 a 0 com gol de Romeu. Com a vitória, a equipe sertaneja se consolida segunda colocação do grupo B com 12 pontos e se aproxima da classificação para as semifinais do campeonato estadual. O Sport-PB segue na lanterna do grupo A com três pontos somados e depende apenas de si para se manter na elite paraibana, faltando três rodadas para o fim da primeira fase.

Detalhes da partida

Estadual

Estádio Marizão, em Sousa (Foto: Divulgação)

O jogo foi realizado no Marizão, às 17h em Sousa e a expectativa era de que a equipe da casa se impusesse, mas isso não aconteceu. O primeiro tempo foi morno, sem chances claras de ambos os lados e um jogo truncado. Aos 24 o Sousa teve gol anulado. Téssio cobra o escanteio, o goleiro Breno ainda tocou na bola e Cláudio Baiano desviou de cabeça. Romeu completou para o gol, mas a arbitragem anulou a jogada por impedimento. No minuto 39 teve um pênalti para o Sousa, mas o árbitro voltou atrás da decisão, com muita reclamação dos jogadores do Dinossauro.

No segundo tempo, a tônica foi a mesma, e com menos intensidade. Mas saiu gol! Aos 41 minutos, Rodrigo Poty cabeceou para o gol, o goleiro defendeu e Romeu aproveitou o rebote para marcar o gol da vitória do Sousa. 1 a 0.

Escalações

Sousa: Camilo; Iranilson, Jeferson, Cláudio Baiano e Nininho; Romeu, Téssio, Bruno Menezes e Felipinho; Rodrigo Poty e Jó Boy

Sport-PB: Breno Delgado; Anderson Laurindo, Fábio, Weverson e Gaspar; Anderson Recife, Guilherme, Neto e Ferreira; Vitor e Peixeiro

Próximos confrontos

O Sousa entra em campo no domingo (8) contra o Treze no Presidente Vargas, em Campina Grande. Já o Sport-PB só volta a campo no dia 18, contra o Nacional de Patos, no Estádio Amigão.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.