Varadouro

R$ 954

Futebol

TV Correio

aeronautica-interdita-aeroclube-por-inadequacao-com-normas-de-aviacao
Aeroclube da Paraíba/Foto: Reprodução/Google Street View

Aeronáutica interdita Aeroclube por inadequação com normas de aviação

Associação de moradores foi autora de representação junto à Aeronáutica que denunciou irregularidades no local, entre elas o tamanho da pista, que deve ser reduzida

1781
COMPARTILHE

A Aeronáutica decidiu interditar o Aeroclube da Paraíba, no período de 5 de janeiro a 4 de abril de 2018. No site da instituição, a notificação sobre o fechamento do aeródromo informa que o motivo é a ‘presença de obstáculos violando a zona de proteção’. A interdição foi confirmada pelo presidente da Associação dos Moradores e do Conselho de Segurança do bairro do Bessa, Dema Macedo. A associação foi autora de representação junto à Aeronáutica que denunciou irregularidades no local, entre elas o tamanho da pista, que deve ser reduzida pela metade para atender às novas normas de aviação civil, vigentes desde 2015.

Segundo Dema Macedo, quando foi construído, o Aeroclube se enquadrava nas normas de aviação da época, inclusive pela ausência de prédios em volta do local. “Com tempo, foram erguidos muitos prédios em volta, que inclusive o próprio Aeroclube deveria ter pedido o embargo quando eles estavam sendo construídos, o que não aconteceu. Em 2015, a Aeronáutica publicou novas regras de aviação, que chegaram em um momento em que o Aeroclube já estava cercado de prédios e, com isso, se tornou inviável. Só faltava alguém que denunciasse isso e nós fizemos, porque o risco de uma aeronave se chocar com qualquer prédio desses, a qualquer momento, é real”, disse.

O representante disse que existem várias incompatibilidades entre a estrutura do Aeroclube e as normas atuais, mas o tamanho da pista é o que mais preocupa. “Para que as decolagens aconteçam na distância segura para os prédios, dentro do que prevê as normas atuais, a pista tem que ser reduzida pela metade, ficando com, no máximo 500 metros”, explicou.

Em 2015, quando foram publicadas as novas normas de aviação, a direção do Aeroclube assinou um TAC (termo de ajustamento de conduta) no qual se comprometeu a apresentar, até setembro desde ano, o plano básico de zona de proteção do aeródromo, o que não aconteceu, segundo Dema. “Agora com o fechamento, não sei se eles vão cumprir. Esse prazo de janeiro até abril, dado pela Aeronáutica é para que o Aeroclube se adeque às normas, o que me parece impossível, porque não tem como remover os prédios. Acho que o aeródromo está inviabilizado”, opinou. A reportagem tentou ouvir a direção do Aeroclube, mas até o fechamento desta edição não conseguiu contato.

Com informações de Ainoã Geminiano, do Jornal Correio da Paraíba

Uma resposta para “Aeronáutica interdita Aeroclube por inadequação com normas de aviação”

  1. Nao deixa de ser um fato lamentável. Porem, como pode um aeroclube sobreviver com tamanha carga tributaria e sem incentivo do órgão q deveria incentiva-lo. Aeroclube, um piloto de linha aérea nasce ali, também.
    Triste, muito triste, os aeroclubes no pais a fora estão em estado de penuria. Num pais que precisará de pilotos. Mais uma para a conta de um pais chamado Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias mais lidas