Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Ano termina com 2,2 mil denúncias de ilegalidades trabalhistas na PB

O Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) registrou, até o dia 20 des desembro deste ano, 2,2 mil denúncias sobre diversas violações e irregularidades trabalhistas, relacionadas à exploração do trabalho infantil, além do trabalho em condições degradantes, falta de segurança no meio ambiente laboral, assédio, fraudes trabalhistas e diversas outras graves situações.

Leia também: Ministro extraordinário confirma extinção do Ministério do Trabalho

O balanço foi divulgado pelo Ministério Público do Trabalho em âmbito nacional, que soma 103 mil denúncias sobre as mesmas irregularidades em todo o Brasil.

Para o procurador-chefe do MPT na Paraíba, Carlos Eduardo de Azevedo Lima, o MPT tem implementado ações voltadas para consolidar uma atuação cada vez mais estratégica e próxima dos anseios da sociedade, atentando para a promoção dos direitos sociais nas relações trabalhistas.

“Embora se observe que, em decorrência de recentes alterações legislativas – que acabam por muitas vezes inviabilizando o acesso ao Judiciário – tenha havido um decréscimo das ações trabalhistas, verifica-se, por outro lado, que a sociedade tem procurado cada vez mais o MPT, justamente por reconhecer na instituição uma relevante parceira na defesa e na promoção dos direitos sociais”, ressaltou o procurador-chefe do MPT na Paraíba.

O Ministério Público do Trabalho em João Pessoa fica na Avenida Almirante Barroso, 234, no Centro, e atende no telefone (83) 3612-3100. Em Campina Grande, na Rua Antônio Campos, 594, no Alto Branco; o telefone é (83) 3344-4650.

publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.