Início Notícias

Após três anos no papel, ‘Parque Marinho’ poderá ser construído

Situada nos limites de Cabedelo e uma das principais atrações turísticas da Paraíba, Areia Vermelha ganhará o Parque Estadual Marinho. O prefeito Vitor Hugo (PRB) assinou, nesta sexta-feira (11), um convênio com o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio) para viabilizar a construção do importante equipamento turístico e ambiental. A iniciativa contou também com a presença do secretário de Meio Ambiente da Paraíba, Fabiano Lucena.

O Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha contará com um investimento de R$ 2,5 milhões e terá construção sob responsabilidade do Governo do Estado, com apoio da Prefeitura Municipal de Cabedelo. O local terá o objetivo de oferecer educação ambiental, orientação e segurança aos turistas. A obra foi lançada em 2015, quando o prefeito da cidade era Leto Viana, mas nunca saiu do papel.

“Esse convênio assinado com a Funbio vai possibilitar, finalmente, a construção da sede e urbanização da área, mobiliário e equipamentos, além de uma aquisição de uma embarcação com motor para a fiscalização e gestão do Parque. A construção desse importante, e aguardado, equipamento contará com todo o apoio da administração municipal naquilo que é de sua competência legal, visando, sobretudo, preservar e desenvolver oportunidades socioeconômicas no local”, destacou o prefeito.

A sede terrestre do Parque ficará localizada na praia do Poço. Lá funcionará a administração, incluindo a guarda de materiais e equipamentos utilizados no manejo da área. O projeto prevê, ainda, a construção de uma mureta de contenção do mar, passeio público, ciclovia, sala de exposição, museu vivo, banheiros e boxes de informação ao turista, além de urbanização e paisagismo da área.

Na sede poderão funcionar, também, postos de saúde e policial. Próximo ao local, já existem bares e restaurantes, uma Unidade de Saúde da Família (USF), uma capela religiosa e ponto de ônibus.

Funbio

O Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio) é uma organização não-governamental, criada em outubro de 1995, cuja missão é apoiar ações estratégicas de conservação e uso sustentável da biodiversidade no Brasil. Com esse fim, o Funbio capta e gere recursos financeiros, estimulando o desenvolvimento de iniciativas ambientais e economicamente sustentáveis. Sua atuação é pautada na Convenção da Diversidade Biológica, acordo internacional assinado durante a Rio 92.

Comentários

  • adilson disse:

    falar q faz é uma coisa fazer é outra, porque a nossa cidade precisa de um calsadão para se protejer das maré alta e ficar esteticamente mas apresentavel ninguem faz e isso é na porta da prefeitua, agora fican inventando obras em todo canto mas a propria casa não ageita como dizen casa de ferreiro espeto de pau.

  • Jurandyr Coutinho Marques Junior disse:

    Poderia neste mesmo local incluir uma sede do projeto Guagiru, ficaria show

  • Thiago disse:

    Poderá ainda…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Eu só acredito vendo….

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.