Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

João Pessoa, Campina e Cabedelo suspendem aulas contra coronavírus

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou, na manhã desta terça-feira (17), o fechamento das escolas e creches da rede municipal de ensino. Como medida preventiva à pandemia da Covid-19, o Núcleo Intersetorial de Prevenção e Cuidados definiu o fechamento a partir desta quarta-feira (18) até o dia 18 de abril, podendo este prazo ser prorrogado. As prefeituras de Campina Grande e Cabedelo também tomaram medidas semelhantes. Veja abaixo.

Para continuar dando assistência às crianças das creches e do ensino em tempo integral, será organizado um cronograma de atendimento aos pais e responsáveis para que as famílias tenham acesso à merenda que seria ofertada. A mesma medida foi adotada pelo Governo do Estado para a rede estadual de ensino e nas instituições de nível superior.

Leia também:

A suspensão das aulas atinge a educação infantil, ensino fundamental, médio, técnico e superior. Apesar dos 30 dias sem aulas, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura esclarece que não haverá prejuízo à manutenção do calendário escolar estabelecido pelo Ministério da Educação. A medida atinge 65 mil alunos matriculados na rede municipal da Capital.

A alimentação será mantida, com recursos próprios, para as 85 creches e 32 escolas que funcionam em tempo integral, totalizando 23 mil alunos beneficiados com a distribuição dos alimentos, como o almoço e fruta, respeitando o cronograma estabelecido em cada unidade escolar, que será informado aos pais e responsáveis.

Também ficou decidido o fechamento da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, teatros públicos, parques municipais, Centro de Línguas Estrangeiras (Celest), Celeiro – Espaço Criativo e demais centros culturais, além do Parque da Bica. Para os estabelecimentos privados como cinemas, teatros e academia de ginástica, a Prefeitura de João Pessoa também recomenda o fechamento.

Os programas municipais que reúnem muitas pessoas em um mesmo ambiente, como Academias de Saúde, o Programa Vida Saudável, os serviços de convivência e fortalecimento de vínculos, Escola Social e o Abraçando o Esporte estão suspensos.

Expediente – A Prefeitura determinou que os servidores municipais irão trabalhar em regime de dias alternados, sendo o cronograma definido por cada secretaria. À medida, excetuam-se os profissionais da Saúde, Defesa Civil, Guarda Municipal, Gabinete do Prefeito e secretários.

Igrejas – O prefeito também se reuniu com pastores de igrejas evangélicas para apresentar as medidas já tomadas pela Prefeitura Municipal de João Pessoa e conscientizá-los sobre a importância da adoção das medidas preventivas. Luciano Cartaxo também se reuniu, no final da tarde da última segunda-feira (16), com o arcebispo Metropolitana da Paraíba, Dom Delson, e com o Pastor Estevam Fernandes. Ele também teve uma conversa com o presidente da Federação Espírita da Paraíba, Marco Lima.

Campina Grande

O prefeito Romero Rodrigues decidiu, após reunião com o Grupo de Trabalho criado para acompanhar a conjuntura sobre a ameaça e possível avanço do coronavírus em Campina Grande, que as aulas na rede municipal de ensino no Município e na iniciativa privada serão suspensas, a partir desta quarta-feira (18), até o próximo dia 31.

Ficou definido que haverá uma nova reunião de avaliação do Grupo de Trabalho na próxima terça-feira (24), oportunidade em que todos os dados e fatos relativos ao problema e seus efeitos na cidade serão discutidos, podendo haver ou não novas definições sobre o efeito no calendário escolar em Campina Grande.

Cabedelo

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC) emitiu decreto nesta terça-feira (17) com diversas medidas de enfrentamento contra o contágio pelo coronavírus na cidade. Dentre as determinações, estão a interrupção do atendimento presencial em todas as repartições públicas do Poder Executivo e das aulas nas escolas e creches da rede municipal de ensino a partir desta quarta-feira (18) e até o dia 30 de março (podendo ser prorrogado).

O documento ainda determina a suspensão de visitas ao Parque do Jacaré e de férias dos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde até o dia 15 de maio de 2020. As determinações fazem parte do Plano de Enfrentamento que a PMC vem realizando na prevenção à doença, através do Comitê de Gerenciamento e Acompanhamento do coronavírus em Cabedelo.

O decreto também traz o cancelamento de todo e qualquer evento público pela cidade que reúna público estimado igual ou acima de 100 pessoas, bem como a suspensão de cursos presenciais, bibliotecas, Centros de Convivência de Idosos e Centros de Referência de Assistência Social.

As medidas constam no Decreto nº11, de 17 de março de 2020 e consideram a “classificação de pandemia pela Organização Mundial de Saúde pelo novo coronavírus, bem como o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, com o intuito de evitar a disseminação no Município de Cabedelo”.

Como medidas individuais, o decreto recomenda que pacientes com sintomas respiratórios fiquem restritos ao domicílio e que pessoas idosas e pacientes de doenças crônicas evitem sua circulação em ambientes com aglomerações de pessoas.

Atendimento ao público – De acordo com o decreto, o atendimento ao público será feito exclusivamente por telefone ou pelo sistema digital da Prefeitura, pela plataforma 1doc. Pelo endereço cabedelo.1doc.com.br/atendimento, o cidadão e contribuinte poderão solicitar, acompanhar e resolver demandas pendentes. O objetivo da medida é proteger servidores e a população contra a proliferação do vírus

A determinação não se aplica aos serviços públicos considerados essenciais, que devem garantir o atendimento presencial por meio de escala de serviço ou plantão (Saúde, Segurança e Educação).

Suspensão de eventos públicos – A medida busca evitar aglomerações e proteger o cidadão cabedelense da doença que vem se disseminando em todo o país. Nas situações em que não for possível o cancelamento ou adiamento, os eventos devem ocorrer com portões fechados, sem a participação do público.

Os locais de grande circulação de pessoas devem reforçar medidas de higienização de superfície e disponibilizar álcool gel 70% para os usuários, em local sinalizado. A visitação ao Parque Jacaré será suspensa.

Já os serviços de alimentação, tais como restaurantes, lanchonetes e bares, deverão adotar medidas de prevenção para conter a disseminação da Covid-19, tais como:  disponibilizar álcool gel 70% na entrada do estabelecimento para uso dos clientes; dispor de anteparo salivar nos equipamentos de bufê; observar na organização de suas mesas a distância mínima de um metro e meio entre elas; aumentar a frequência de higienização de superfícies; e manter ventilados ambientes de uso dos clientes. A fiscalização dessas recomendações será feita pelo Procon Municipal de Cabedelo e pela Vigilância Sanitária.

Saiba mais sobre o coronavírus:

Comentários

Maria Aparecida Santos Tomaz de Freitas disse:

Não seria melhor os pais receber essa merenda em casa. Pois muitos não tem como se deslocar até a escola devido a pandemia.

Maria Aparecida Santos Tomaz de Freitas disse:

Boa noite a todos. Ainda não fui informada da merenda dos meus filhos pela direção das escolas .o que devo fazer.

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.