'Cumpade João'

Ação Social

#SouRepórterCorreio

TV Correio

Berg Lima
Prefeito de Bayeux, Berg Lima (Foto: Reprodução/Instagram)

Podemos desmente Berg e confirma expulsão do prefeito

Berg Lima disse que apenas foi destituído do cargo de presidente do diretório municipal do Podemos em Bayeux

500
COMPARTILHE

O presidente estadual do Podemos, Galego do Leite, desmentiu o prefeito de Bayeux, Berg Lima, e confirmou que o gestor está expulso do partido desde o ano passado. Berg Lima, que voltou ao cargo depois de um ano e cinco meses afastado, afirmou em entrevista na manhã desta quinta-feira (20), que está filiado ao Podemos, inclusive com registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Leia também: ‘Não faria tudo de novo’, diz Berg Lima após reassumir Prefeitura

Berg Lima disse que apenas foi destituído do cargo de presidente do diretório municipal do Podemos em Bayeux, e que continua filiado ao partido, com registro ativo junto ao TSE.

“Estou no Podemos. Eu não sou presidente municipal do Podemos, mas estou filiado, basta conferir no sistema do TSE. Existia uma especulação da possível cassação do registro de filiação partidária, mas era tudo um blefe. Continuo filiado ao Podemos”, disse o prefeito de Bayeux, Berg Lima.

Presidente do Podemos nega

De acordo com o presidente do Podemos, Galego do Leite, vereador de Campina Grande, Berg Lima foi expulso do partido na esfera estadual em julho de 2017, e teve a expulsão confirmada pela executiva nacional em janeiro de 2018.

Galego do Leite consultou o jurídico do Podemos na Paraíba, que confirmou a expulsão de Berg Lima do partido. Ele citou que o registro de filiação está no TSE por uma possível desatualização do sistema do Tribunal.

“Ele consta como filiado, mas foi expulso dos quadros do Podemos. A possibilidade é de que o Tribunal Regional Eleitoral ainda não tenha atualizado a lista de filiados”, disse o vereador Galego do Leite.

Álvaro Dias citou caso de Berg

Ainda conforme o presidente estadual do Podemos na Paraíba, o então presidenciável do partido, Álvaro Dias, falou, quando veio ao estado, sobre o caso de Berg, inclusive citando que o partido não corroborava com as práticas do ex-filiado e confirmando a exclusão de Berg do quadro de filiados.

“Quando Álvaro Dias veio à Paraíba, ele citou o caso de Berg Lima e disse que o partido era contra as condutas que acarretaram em sua prisão e que a executiva nacional tinha expulsado o prefeito dos quadros do Podemos”, completou.

TRE

Com o impasse entre Berg Lima e a executiva estadual do Podemos, a reportagem tentou entrar em contato com o TRE, para saber a situação de Berg no sistema do Tribunal, mas devido ao recesso forense, que iniciou nesta quinta-feira (20), as ligações não foram atendidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas