Início Notícias

Caminhoneiros prometem protestos até diesel baixar

Mais de 200 caminhões ficaram parados, na manhã desta quarta-feira (23), na região de Três Lagoas, na Zona Oeste de João Pessoa, em protesto contra o preço do diesel que, segundo eles, inviabiliza o transporte de cargas.

“Gastamos 60% do valor contratado só em combustível e os outros 40% em manutenção, ou seja, nosso lucro é praticamente zero, então temos que fazer escolhas e muitas vezes deixamos de trocar um pneu para colocar comida em casa. Os protestos vão durar até o diesel baixar”, conta Otacílio Rocha, 59 anos, 38 como caminhoneiro.

A Polícia Rodoviária Federal informou que não estão sendo realizados bloqueios totais nas vias, já que existe uma determinação judicial proibindo que os caminhoneiros fechem totalmente as estradas federais, sob pena de multa de R$ 100 mil por hora.

Os caminhoneiros reclamam também das taxas cobradas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que tiveram reajustes, assim como as multas, mas que o preço do frete continua o mesmo há três anos.

*Texto de Érico Fabres, do Jornal Correio da Paraíba

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.